Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

FearTWD vai trilhando um caminho onde faz do “Fear” não ser apenas o nome e sim um dos principais ingredientes de sua narrativa. Não que o episódio tenha me dado medo, mas alguns elementos semelhantes a esse sentimento conseguem transmitir uma mensagem sólida de que a tensão e seus semelhantes estarão sempre presentes na história. O que eu vi no começo desse episódio foi algo muito parecido com The Purge (Uma Noite de Crime), mas cada um no seu lugar porque são duas histórias diferentes e uma melhor do que a outra.

O clima de guerra, protesto e realismo implantados em The Dog foram alucinantes. O suspense nas cenas de maior apreensão foi dado na medida certa, e a riqueza de detalhes que completaram os acontecimentos foi perfeita. Com isso quero dizer que Fear The Walking Dead mostra uma evolução a cada episódio, mesmo que a audiência caia a cada episódio exibido. Quanto aos detalhes, quis me referir ao fato de Daniel saber que para matar o zumbi ele devia atirar na cabeça. Isso porque ele viu um dos “doentes” ser tiroteado enquanto passavam pelo hospital e a aberração só foi abatida depois de um tiro na cabeça.

Alicia e Nick, esses ainda continuam sendo o grande destaque, mas Nick é o melhor personagem. Drogas, loucura ou qualquer que seja o problema dele isso não interessa, porque Nicholas é o mais sensato de todos, e a definição de que Su não estava doente e sim morta me deixou no chão. Ninguém esperava por isso. Alicia é um destaque por causa da sua força e por ter caído na garça do público.

Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

Impressiona é a capacidade de preenchimento de Fear. Tudo aquilo que eu ficava pensando ao assistir The Walking Dead, todas aquelas dúvidas de como seria isso e tudo mais estão sendo preenchidas por esse ótimo roteiro. “A cavalaria chegou” me chamou muito a atenção, não por fazer uma inocente referência a Melinda May de Agents of S.H.I.E.L.D., mas pelo pensamento primordial de que eles têm e a sensação de segurança que começaram a sentir. Mas a pergunta é: até quanto? Sim, ainda vai haver uma grande eclosão com mais problemas e os zumbis não serão eliminados. Podemos ter certeza disso se lembrarmos de um flashback onde Lorel, Shanne e Carl estavam indo embora.Ficaram trancados na rodovia vendo bombas explodirem e um clima de guerra no mundo.

Com mais três episódios para completar o seu primeiro ano, Fear The Walking Dead, ainda vai continuar sua crescente evolução e mostrar muito mais do que queremos ver.

COMPARTILHAR
Criador da Matinê, está no 4º semestre do curso de jornalismo no Centro Universitário Ritter dos Reis - UniRitter. Aqui escrevo sobre filmes e séries a partir da minha perspectiva de mundo, sem medo de mostrar a todos o meu entendimento pessoal daquilo que assisto. O debate de pontos de vistas diferentes é livre, e sempre bem-vindo.