[Review] The Walking Dead – 6×03 – Thank You

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: Arquivo Pessoal/ Matheus Machado
Imagem: Arquivo Pessoal/ Matheus Machado

Difícil de escrever essa review, independentemente de qualquer teoria que exista, Thank You, é um dos melhores episódios de The walking Dead – não digo o melhor porque cada um tem o seu melhor.

Nesse trágico episódio vimos que TWD quis mostrar que é uma série sólida podendo conciliar vilões humanos e os zumbis. A produção conduziu todos os acontecimentos de maneira perfeita, fazendo com que tudo se encontrasse, ou na verdade se perdesse. A morte do Gleen e a rateada do Rick trouxeram duas possibilidades para a série se igualar ainda mais com a HQ. Primeiro a morte do Gleen pode ser o gancho para que a Maggie vá embora de Alexandria. Segundo, a hora que o Rick feriu a mão dele com certeza significa que logo veremos ele sem a mão, o que aconteceu há muito tempo nos quadrinhos.

Mesmo que os problemas entre os humanos seja um fator diferencial, os walker’s devem sempre ser os principais problemas, e desde a premiere do sexto ano nós estamos vendo que isso é um fato.

Além de trazer o ponto negativo da temporada, Thank You, também nos apresentou os próximos personagens a se consolidarem. Um dos pontos positivos foi que o Nicolas morreu , por mais que ele seja o causador da morte do Gleen – tal morte que ainda tenho esperanças de que não tenha realmente acontecido -, não há como negar que ele junto do Padre Gabriel são inúteis para a série. Foi muito bom ver o Rick assumindo a responsabilidade – é o mínimo ele fazer isso porque o plano era dele – e tenho certeza que a partir de agora o Rick vai voltar a ser o líder que faz com que todos sigam ele, mesmo tendo mudado tanto. Tivemos a Michone querendo ser aquela que todos nós conhecemos, tanto ela como o Daryl estavam um pouco apagados de uns tempos pra cá.

Falando do Daryl, foi nítido que ele anda um pouco perdido e confuso nos seus pensamentos. Mais um que precisa voltar a ser o que era é o Abraham, eu acho ele um personagem muito forte e espero sempre muitas coisas boas vindas da parte dele, mas confesso que não vejo metade das minhas expectativas. A Sasha dispensa comentários, não acho que ela contribua para nada, entre tanto ela vem desempenhando um papel importante, mas ainda não gosto dela.

Imagem: Arquivo Pessoal/ Matheus Machado
Imagem: Arquivo Pessoal/ Matheus Machado

Resta para nós superarmos o luto e ver o desenrolar dos acontecimentos, ver como será a volta para Alexandria, ver parte do plano do Rick dando certo e ver também como o próprio Rick vai ficar. A série vem para um novo recomeço e nada melhor do que fazer uma referência ao final do primeiro episódio da série, “Days Gone Bye”, onde vimos Rick preso dentro de um tanque do exército e uma horda gigante de zumbis rodeando-o no meio de Atlanta. Agora ele está preso dentro de um trailer e não tem o Gleen para ajudá-lo. Até a próxima review.

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
,

Comentários

Editor-chefe e criador da Matinê Cine&TV. Fã de Harry Potter, O Senhor dos Anéis, Planeta dos Macacos, Star Trek, Star Wars, Marvel, DC Comics. Na TV The Walking Dead, Shameless, Jessica Jones, The Handmaid’s Tale, entre outras, são algumas das suas favoritas.

Você Também Pode Curtir