Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

Depois da ressaca de No Way Out, The Walking Dead, trouxe no último domingo um episódio com o estilo parecido com o da season premiere da quarta temporada (30 Days Without an Accident).

No próximo mundo tudo está muito tranquilo desde a invasão dos zumbis em Alexandria, o incidente com Carl e tudo mais que vimos na semana passada. Enfim parece que minhas preces foram ouvidas e mesmo que o episódio não tenha tido uma história maravilhosa ele foi bom pelo dinamismo – algo que estava faltando para os episódios não serem cansativos, como vinham sendo em algumas ocasiões – bem tranquilo.

Algum tempo, que não podemos dizer o quanto, se passou desde o ocorrido, e em The Next World pudemos acompanhar o factual da vida dentro e fora de Alexandria. Vimos uma cena um tanto inusitada ao ver Michone de roupão, trocando olhares e sorrisos com Rick, fazendo uma grande referência ao termo muito usado “juntamos as escovas de dentes”. Nem preciso falar muito sobre isso, só sei que abri um largo sorriso no final do episódio com eles se beijando no sofá e depois deitados, togheter, na cama do Rick. Com certeza muita gente shippava os dois, mas espero que o destino da Michone não seja igual ao das outras amantes do Rick.

Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

Tocando nesse assunto, todo mundo viu que o Jesus fez uma intervenção divina no sono do casal, não foi?! Mas quem será esse Jesus, de onde é esse cara? Pelo jeito nada a ver com o Negan, que ficou bem longe nesse episódio. Jesus trouxe até um certo alivio cômico para a história porque sinceramente achei engraçado quando ele roubou o caminhão do Daryl e do Rick no posto de gasolina, e depois quando o caminhão foi afundado no lago também.

Indo para outros lados, algo está acontecendo na mente do Carl, ele que era todo caidinho pela Enid antes estava meio frio com ela, ou seja, existe um problema com esse menino. Dentro disso vimos o Spencer, outro personagem cheio de mi-mi-mi, dando misericórdia para a Deanna Zombie. Uma atitude bem nobre da parte dele, poucos conseguiram fazer o que ele fez, mas os que não fizeram foi por falta de oportunidade. No meio dessa história aparentemente o Carl levou o zumbi até o Spencer e a Michone, mas foi meio estranho o que ele realmente queria fazer, mesmo com a sua explicação.

The Next World não foi uma maravilha como No Way Out, mas mostra um roteiro muito maduro, que não fica dando rodeios, que dirige bem os arcos durante o episódio desenvolvendo os fatos de forma dinâmica. The Walking Dead voltou bem das férias, acho que Robert Kirkman colocou as ideias no lugar e está fazendo tudo do jeito certo na segunda metade da 6ª temporada.

COMPARTILHAR
Editor-chefe e criador da Matinê Cine&TV. Fã de Harry Potter, O Senhor dos Anéis, Planeta dos Macacos, Star Trek, Star Wars, Marvel, DC Comics. Na TV The Walking Dead, Shameless, Jessica Jones, The Handmaid's Tale, entre outras, são algumas das suas favoritas.

Comentários