[Review] The Walking Dead – 6×11 – Knots Untie

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: Arquivo Pessoal/ Matheus Machado
Imagem: Arquivo Pessoal/ Matheus Machado

The Walking Dead voltou diferente do seu hiato, com plots muito bons, um roteiro sólido, que não teme em mostrar seus objetivos e pretensões. Knots Untie avançou de maneira certa a história da série, apresentando aos personagens principais um mundo que eles ainda não conheciam.

No episódio do último domingo (28/02) acompanhamos o desenrolar do que aconteceu no episódio da semana passada, onde fomos apresentados a Jesus. No final do episódio todos lembram que ele apareceu no quarto do Rick, enquanto ele e Michone estavam dormindo depois do love. A partir daí muitas coisas mudaram e finalmente os habitantes de Alexandria sabem que ao redor da comunidade existem outras pessoas, em suas próprias locações.

Com isso avançamos muito nas HQ’s de twd, onde os personagens tem um sistema de trocas com outras comunidades, um espécie de sistema feudal, baseada em troca de serviço ou suprimentos por outros. No caso deste episódio conhecemos a comunidade de Hilltop, onde o líder é o lunático Gregory. Quando esse “boss” estava conversando com a Maggie eu percebi que tinha algo escondido por trás dos argumentos dele, e adivinhem só quem era? Negan. O vilão que ficou “quieto” por um episódio deus as caras novamente, mas de novo não foi ele em pessoa e sim o nome dele que foi citado. Pelo que estamos vendo no desenrolar da trama a aparição do Negan vai ser bombástica, principalmente porque vimos bastante sangue nesse episódio, do tipo que verte do pescoço de uma pessoa, sem medo ou pudor de mostrar. Com isso sendo aprovado podemos ter certeza que a violência do Negan pode vir com força total.

Imagem: Arquivo Pessoal/ Matheus Machado
Imagem: Arquivo Pessoal/ Matheus Machado

O acordo que a Maggie fez com o Gregory é extremamente suicida, eles estão muito seguros, como se pudessem matar qualquer um. Certa é a Maggie dizendo que eles vão perder algo por causa disso, mas acho que não será algo material, com certeza teremos baixas no elenco principal e regular, o Negan é o maior vilão dos quadrinhos, não acho que ele só vai matar um personagem importante. Cabeças vão rolar. Outro detalhe que me deixa incomodado é como o grupo reagiu a isso, eles estão prestes a travar um guerra que eles não tem noção nenhuma do que isso pode se tornar, o que pode acontecer e com o que estarão lidando. Foi uma atitude de extrema coragem, mas mesmo com a básica explicação do Jesus sobre o Negan e os Salvadores já deu para perceber que eles não sabem tudo sobre o grupo de vilões.

A cada episódio que passa desde que twd retornou com sua temporada eu vejo uma história muito madura tomando forma, vejo que dessa vez o roteiro caminha no sentido certo. A evolução dos fatos está ótima, como eu falei muito na reivew anterior sobre episódios dinâmicos, aí está o resultado, histórias contínuas, sem buracos a serem preenchidos e tudo caminhando em um bom ritmo.

Foi bem interessante ver a pequena conversa do Rick com o Carl antes do grupo ir para a Hilltop, o motivo é simples, os personagens/moradores mais fortes estavam todos indo para um empreitada que ninguém sabia se daria certo, era um via de mão dupla, podendo ser uma armadilha ou não. Mas dentro disso o Carl disse que alguém deveria ficar cuidando das pessoas de Alexandria, tudo bem que foi em um tom levemente cômico por causa do olho dele, mas isso mostra que eles sabem que os walker’s não são seus únicos inimigos, na verdade eles nem sabem quem podem ser os próximos. E mesmo assim poucos ficaram para proteger o pequeno condado.

Com as negociações dando certo e o trailer estando abastecido, resta aguardar como o grupo vai resolver o compromisso que assumiu, mas é bem óbvio que eles vão arranjar um problema enorme, tanto para Alexandria como para Hilltop. O que chamou a atenção foi o foco que tivemos no Abraham e no casal Gleen e Maggie, que fizeram uma ecografia muito linda do bebê deles, dando até para ouvir os batimentos do futuro coreaninho(a) que está por vir. Por um momento tive um lapso  achando que o Ab estaria interessado na Sasha, espero que não, mas admito que ultimamente ele vem me parecendo confuso psicologicamente, e o resultado foi esse que vimos. Pelo menos quando citaram que o Eugene faria a patrulha com ele, Abraham, não ficou de mi-mi-mi por causa das mentiras do esquisitão.

Mais um vez The Walking Dead apresentou um bom episódio na sua sexta temporada, que vem me agradando bastante, evoluindo muito bem  sua história e andando por caminhos que permeiam a história principal da hq criada por Robert Kirkman. Que continue assim.

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comentários

Editor-chefe e criador da Matinê Cine&TV. Fã de Harry Potter, O Senhor dos Anéis, Planeta dos Macacos, Star Trek, Star Wars, Marvel, DC Comics. Na TV The Walking Dead, Shameless, Jessica Jones, The Handmaid's Tale, entre outras, são algumas das suas favoritas.

Você também pode gostar