[Review] Outlander –2×01 – Through a Glass, Darkly

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: Arquivo Pessoal/ Mari Barros
Imagem: Arquivo Pessoal/ Mari Barros

“Eu gostaria de estar morta… E se eu mantiver meus olhos fechados, eu poderia quase esquecer. Mas eu fiz uma promessa e tenho que segui-la. Ele se foi…”

Assim começou o primeiro episódio da segunda temporada de Outlander, com Claire no chão das pedras de Craig na Dun, sozinha e de volta ao seu tempo, mas sem Jamie, o seu verdadeiro amor.

Confesso que estava muito ansiosa pelo retorno da série, porque Outlander é uma história para se apaixonar e se emocionar. Fiquei com o coração partido ao ver o sofrimento, a desolação, o desespero e a solidão de Claire, que está de luto, voltou para o seu tempo, mas percebemos como ela está desconfortável com todas as tecnologias e barulhos do século XX.

Há o reencontro com Frank, que aparece como um homem que ama profundamente a sua mulher e a aceita de volta mesmo carregando o filho de outro homem, como eu também acompanho os livros vejo que o Frank apresentado na série de TV é muito mais simpático e até consigo ter uma empatia por ele. Inevitavelmente eles têm o acerto de contas com Claire contando a história de amor que viveu durante esses três anos de ausência e no final Frank a aceita com uma única condição, que enquanto ele esteja vivo a criança jamais poderá saber que ele não é o seu verdadeiro pai e ela não poderá procurar saber o que aconteceu com Jamie. Claire aceita, mas deixando bem claro que faz isso porque prometeu para Jamie, afinal essa é a Claire que amamos.

Tenho que falar sobre as interpretações maravilhosas de Caitriona Balfe (Claire) e Tobias Menzies (Frank), foram fenomenais e prevejo indicações e prêmios para os dois (assim espero).

Imagem: SpoilerTV
Imagem: SpoilerTV

Temos uma transição do presente para o passado, sendo um momento belíssimo, onde Claire, ao descer do avião em Boston, vai segurar a mão de Frank simbolizando um novo começo. Neste momento vemos Jamie segurar a mão de Claire em Le Havre na França em 1745 tentando também começar uma nova vida e confesso que já estava sentindo muita falta de Jamie.

Aí temos de volta o amor, a cumplicidade e a parceria do casal. Vemos um Jamie convivendo com os traumas deixados por Black Jack. Os Frases estão na França, mais apaixonados, grávidos e com o objetivo de infiltrarem-se na corte francesa junto aos jacobitas, atrapalhando os seus planos,  evitando assim a Batalha de Culloden, o fim dos clãs escoceses e a morte de milhares de pessoas.

O episódio foi ótimo, com atuações maravilhosas, fotografia linda e uma boa direção. Que venham novas aventuras e o luxo da França. E Vive Les Frases!

Outlander¹: Impressionante o dom que a Claire tem para se meter em encrencas e como Jamie diria: muda-se o país e também o inimigo.

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
, ,

Comentários

Educadora, apaixonada por livros, séries e filmes. Gostaria muito de encontrar um portal e assim poder viajar no tempo por diversos lugares e épocas. Como ainda não achei viajo através das histórias dos vários personagens que encontro nesse universo maravilhoso e mágico de versos, rimas e letras.

Você Também Pode Curtir