Adaptação Cine&TV | ‘Inferno’ – O filme pode ser fiel ao livro?

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: Adoro Cinema
Imagem: Adoro Cinema

Os dias passam e 13 de Outubro se aproxima cada vez mais. Com isso a ansiedade só aumenta, pois daqui alguns meses poderemos conferir mais uma adaptação dos livros de Dan Brown nos cinemas. Após O Código Da Vinci e Anjos & Demônios, o livro Inferno finalmente ganhará uma adaptação cinematográfica. E pelos materiais liberados até agora posso afirmar que está muito fiel ao livro. Vamos aos detalhes.

No primeiro trailer somos apresentados a história central do livro. Robert Langdon (Tom Hanks) mais uma vez tem de correr contra o tempo, utilizar da sua sabedoria em simbologia e desvendar pistas para evitar a possível liberação de uma praga, que poderá acabar com mais da metade da população mundial em poucos meses. Ele contará com a ajuda da excepcional Sienna Brooks (Felicity Jones). De cara já podemos notar nos trailers que mudaram a cor do cabelo da Sienna, pois no livro é loiro e no filme vai ser moreno. Isso me incomoda muito, pois resolveram mudar uma característica da personagem que bastava pintar o cabelo e estava tudo resolvido.

Vemos também que grande parte da história do filme se passará na Itália, que é também o local onde se passa grande parte da história nos livros. Estou muito ansioso quanto a isso, pois na obra original somos levados a museus, passagens secretas e vários monumentos italianos. Creio que se fizerem tudo direitinho, como nos livros, o filme terá uma fotografia excepcional.

Imagem: Organização Mundial da Saúde
Imagem: Organização Mundial da Saúde

O vilão também será o mesmo do livro, Bertrand Zobrist (Ben Foster). No filme Zobrist é descrito como um bilionário americano, mas no livro ele é de um país europeu, se não me engano da Suíça, sendo também é um cientista muito premiado e preocupado com a taxa de crescimento acelerado da população mundial. Essa é a motivação de Zobrist, tanto no livro quanto no filme, e é isso que o leva a tentar liberar a tal praga, para diminuir a população mundial, pois segundo os estudos dele, se não houver uma diminuição drástica da população e a taxa de crescimento continuar acelerada, em 100 anos os humanos irão enfrentar os problema da superpopulação, que poderá levar-nos à extinção. O cara pode parecer doido, e ele é, mas não está errado. De 1800 até agora a população pulou de 1 bilhão para 7 bilhões.

O Consórcio, uma empresa secreta que realiza os desejos de seus clientes, sejam eles ilícitos ou até de assassinar pessoas, também se mostrará presente no filme. No livro a organização tem grande participação na história. Creio que não será diferente no filme. O Consórcio com certeza irá nos render boas cenas de ação.

E por falar neles, vemos no trailer a figura de um ser humano, sem gênero identificado, caindo do teto de um museu. Esta cena é magnífica no livro e quase chorei quando a vi presente no trailer (mas será que já não está entregando de mais?). No livro esse ser humano é uma mulher, chamada Vayenta, que trabalha para o Consórcio. Não vou especificar mais, pois estaria dando spoilers e isso é uma coisa que não quero nem para. Porém a cena vai tirar o fôlego de todos nós, até imagino como será na hora.

Imagem: Adoro Cinema
Imagem: Adoro Cinema

O mais importante é toda a simbologia cultural do livro, todo o ar de mistério e arte, misturada com religião foi mantido no filme, ou seja, houve esse respeito com a obra literária. Isso é o que torna o livro bom, faz com que nos interessemos pela história. Vemos que grande parte das cenas se passam em museus, vemos obras de artes, e entre elas A Máscara de Dante e O Mapa do Inferno tem muito destaque. No livro é a mesma coisa, a história se desenvolve com base nessas obras. Tem momentos no livro que chegam a dar medo, pois o negócio realmente tem uma história sombria e bem construída. Com o passar dos capítulos, vão se ligando perfeitamente, nos deixando a par de fatos que no começo do livro você poderia não estar entendendo, mas que agora faz todo o sentido.

Espero que realmente tomem muito cuidado ao tentar passar isso para as telas do cinema, pois não vai ser fácil. São muitas informações culturais no livro sobre arte, e creio que não terão tempo de mostrar no filme. Só nos resta rezar para que consigam ligar tudo da forma certa, sem deixar nada sem explicação ou sem sentido.

Em suma acredito que a adaptação cinematográfica de ‘Inferno’ será bem fiel a sua obra original, escrita por Dan Brown. A intenção da matéria foi expor os pontos em que o filme se mostrará fiel ao livro e também estrear de forma especial a nova coluna de adaptações do site. Não sei vocês, mas estou muito ansioso, espero que também estejam, e se vocês estavam com medo do filme não seguir o livro, até o momento posso afirmar que está 90% fiel. Vamos torcer para que continue assim.

Inferno estreia dia 13 de Outubro nos cinemas.

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comentários

Sou com certeza um viciado em séries. Gosto de todos os tipos. Minhas preferidas são Sense8, Séries da Marvel,Game of Thrones, Westworld e Outlander. Se tiver super-herói pode ter certeza que vou assistir.

Você também pode gostar