SDCC 2016|”Van Helsing” painel da adptação sangrenta do SyFy na Comic-Con 2016

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: Divulgação/ SyFy
Imagem: Divulgação/ SyFy

Nesta quinta-feira, dia 21 de Julho, tivemos o primeiro dia da San Diego Comic-Con 2016, com painéis, surpresas e trailers de tirar o fôlego,  foi um dia maravilhoso e que superou as expectativas.

Para a alegria dos fãs do mais famoso caçador de vampiros da história, tivemos o painel da série estreante do canal Syfy, Van Helsing. O painel contou com a presença dos companheiros de elenco Jonathan Scarfe (Axel) e Christopher Heyerdahl (Sam), juntamente com o showrunner Neil LaBute (via telefone) e dos produtores executivos Simon Barry (Continuum), Chad Oakes e Mike Frislev. Durante a conversa foram liberadas as primeiras imagens e várias informações sobre a trama.

Com a presença feminina cada vez mais frequente no papel de protagonista, temos a mudança de gênero do maior pesadelo dos vampiros. Vanessa Helsing (Kelly Overton) assume o legado de seu pai, com a vantagem de ser imune aos vampiros e ter capacidade de devolver à humanidade a esses sugadores de sangue, ela se envolverá em uma batalha, onde o principal objetivo é salvar vidas e sobreviver em um mundo dominado por vampiros.

Apesar da afirmação de Barry, que classificou a série como “Um show sobre pacifistas”, o primeiro trailer trouxe muita ação, sangue,  tiros e mortes ao som de “Radioactive” da banda Imagine Dragons. Em uma sequência onde a protagonista demonstra toda a sua força e habilidade. Também percebemos que os inimigos evoluíram desde a geração do primeiro Van Helsing.

Quando questionado sobre o ritmo da primeira temporada, LaBute afirmou que “Vanessa vai aprender lentamente quem ela é,  descobrindo não só uma forma de permanecer viva, mas também de, como tirar o mundo do desastre em que vive.”

Em uma das cenas liberadas, mostra-se um grupo de vampiros tentando se alimentar de Vanessa, mas a experiência não dá certo, o sangue da moça têm o gosto desagradável para esses vampiros. Os mesmos acabam sendo mortos sem piedade pela garota. Podem esperar muitas cenas com gargantas cortadas e líquido vermelho jorrando.

Quando questionado sobre o nível de violência, LaBute respondeu: Foi importante ser fiel ao espírito gráfico dele e do gênero que remonta o Drácula. O sangue é a fonte de tudo. É bom, é ruim, é a vida, e queríamos pulverizar a tela com ele. “

Outra novidade da série é a capacidade e o modo como Vanessa trás de volta a vida os mortos-vivos. Para isso acontecer a caçadora precisa morder a vítima, realmente é um método inovador. Barry também comentou sobre explorar a natureza do vampirismo, inovando aos poucos uma história clássica. O produtor utilizou as seguintes palavras: “Nós utilizamos todas as melhores partes (do gênero), e deixamos de fora todas as coisas que não gostamos.

Uma surpresa maravilhosa foi revelada na parte final do painel, no dia 31 de Julho o Syfy vai transmitir uma prévia do piloto de Van Helsing, sem comerciais, as 22 horas, após a estréia de Sharknado 4. Preparem-se para muito sangue!

O painel de Van Helsing deu à entender que devemos estar preparados para muitas contrariedades e novidades. Então se você acha que sabe de tudo sobre o legado Helsing, pense de novo e confira a releitura que em Setembro chega na TV.

Para mais informações sobre a San Diego Comic-Con continue acompanhando o Matinê Cine&TV, estaremos atualizando o site constantemente com novas informações do evento.

Fontes: The Hollywood Reporter.

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comentários

Estudante de Pedagogia, apaixonada por livros, filmes e séries que envolvam muito mistério, romance e ficção. Na sua lista de favoritos estão: Supernatural, Criminal Minds, Once Upon a Time, Bones e Scream. Sempre em busca de novas aventuras e emoções, o que significa que essa lista ainda vai crescer, e muito!

Você também pode gostar