SDCC 2016 | DC Rebirth: Batman – Veja as novidades

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: DC Comics
Imagem: DC Comics

Durante o terceiro dia da San Diego Comic-Con, a DC Comics trouxe um painel exclusivo para discutir sobre o futuro do Batman, no seu novo reboot dos quadrinhos. O painel contou com a participação do editor Mark Doyle, Scott Snyder, escritor de All-Star Batman,  Tom King, escritor de Batman, James Tynion IV, escritor da Detective Comics, Shawna e Julie Benson, escritoras de Batgirl and the Birds of Prey, e John Cunningham, o Vice-Presidente de estratégia e marketing da DC Comics.

Doyle abriu o painel com All-Star Batman, por Snyder , John Romita , Jr., Danny Miki e Declan Shalvey. Snyder lembrou, dando risadas, quando deu a ideia do nome do livro ser “All-Star“, e Jim Lee o xingou e perguntou se Snyder estava querendo que ele abondasse o projeto. Snyder também falou que seu colaborador, Greg Capullo, queria trabalhar com outras coisas antes de retornar para a DC. “Eu vim com uma ideia para investigar todos esses vilões que não tive a chance de usar, como Duas-Caras , Poison Ivy , Sr. Congelar e Mad Hatter “, disse ele.

Snyder disse que a sua opinião sobre o Duas-Caras é que acredita que todo mundo tem uma face oculta , mas que eles escondem, “todos escondem seu verdadeiro eu do mundo“, disse Snyder. Além disso ele revelou que KGBeast, Firefly e Killer Moth irão aparecer na história e comentou do forte senso do humor do Batman. Finalizando, Snyder elogiou o resto do escritores ali presentes, dizendo que todas as histórias estavam em boas mãos, “é realmente o melhor momento para ser um Bat-fã“, completou.

Doyle, em seguida, discutiu sobre o Rebirth, onde falou que a história de Batman é cíclica, e que foi por isso que escolheram Calendar Man como vilão, e revelou que o artista Mikel Janin já está trabalhando na segunda arte do livro,”ele é simplesmente impressionante, prepare-se para ficar deslumbrado com este cara“, disse. Tom King acrescentou “Quando penso em quadrinhos , eu penso em Mikel, ele é apenas o melhor em quadrinhos“.

Sobre a inspiração para construir o Batman, King disse que ele e Finch acharam que “Batman: The Animated Series” foi o melhor Batman que poderia existir, e usaram isso para retratar como o Batman começa neste livro, incluindo a escolha do design do Batmobile. Sobre a introdução de Gotham e Gotham Girl na história, King disse que ideia surgiu porque sempre numa história de Batman se adicionavam vilões, raramente heróis, então ele decidiu criar aqueles que um dia podem ser melhor que ele.

Depois foi a vez da Detective Comics, onde Tynion ressaltou a importância de se escrever sobre o Batman e que era seu sonho fazer um quadrinho do personagem que envolvesse todos os personagens de Gotham de uma forma que se explorasse a relação que existe entre eles, e, claro, à forma como cada um luta contra o crime. Tynion ainda falou que desde o começo pensou em fazer da Batgirl a mão direita do Batman.Ela tem sido uma personagem tão dinâmica, fascinante, e as histórias que não foram exploradas é que ela é prima de Bruce Wayne. Ela se espelha nele de uma forma que nenhum outro personagem faz . Construir uma equipe com os dois no núcleo, abriu muitas portas para o que fazemos na história“, disse ele.

Julie e Shawna Benson foram as próxima , discutindo Batgirl e as Aves de Rapina. Doyle disse que este era o momento para Batgirl ter seu próprio livro, bem como um livro de equipe. “A Oráculo é uma grande parte do fundo de Barbara, é quem ela era, é quem ela é, e nós queríamos levá-la focada em uma missão que seria pessoal“, disse Julie Benson.É tão bom voltar para as três originais – Batgirl não vai matar, mas a Caçadora irá sem pensar duas vezes, enquanto a Canário Negro está no meio termo“, disse Julie Benson , falando que aves de rapina é sobre as três encontrarem objetivos comuns enquanto tentam derrubar quem roubou o nome de Oráculo. Além disso comentaram que elas se concentram nos conceitos antigos que fizeram as Aves de Rapina darem tanto certo, como os uniformes. Por fim, Julie falou sobre uma possível série das Aves de Rapina: “Agora, eu acho que as pessoas estão prontas para isso. O que me impressiona não é apenas as mulheres que amam o livro, mas os homens que vêm e dizem ‘essas mulheres são f**”.

Para mais informações sobre a San Diego Comic-Con continue acompanhando o Matinê Cine&TV, estaremos atualizando o site constantemente com novas informações do evento.

 

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comentários

21 anos, estudante de Química do Petróleo, viciado em séries. minhas preferidas são Fringe e Hannibal, mas sou fanático por séries baseadas em quadrinhos como The Flash, Arrow, Gotham, Supergirl, Agents Of Shield e Demolidor.

Você também pode gostar