Imagem: Reddit
Imagem: Reddit
Imagem: Reddit

Mr. Robot concluiu seu segundo ano na quarta-feira (21) passada nos Estados Unidos e teve seu episódio final exibido na última quinta-feira (22) aqui no Brasil pelo canal Space. E sem perder mais tempo, confiram a baixo a crítica da 2° temporada de Mr. Robot.

O final empolgante da primeira temporada nos deixou cheio de questionamentos. O que irá acontecer com Elliot? Quem é realmente a White Rose? O hack irá realmente surtir efeito? O que aconteceu com o Tyrell? Todas essas questões – e várias outras – ficaram no ar, esperando para serem trabalhadas na segunda temporada da série, que estava enchendo todo mundo com expectativas de respostas e o aprofundamento da trama. A segunda temporada, diferentemente do que todos estavam esperando, começou totalmente confusa e sem nenhuma resposta. Pelo contrário, só nos deixou com mais dúvidas ainda.

O grande problema desta temporada foram as inúmeras dúvidas e perguntas que a série acumulou durante os 12 capítulos. Com 2 episódios a mais do que em seu primeiro ano, infelizmente, Mr. Robot não soube administrar muito bem o desenvolvimento da trama. Enquanto nós esperávamos ansiosamente por respostas que vinham desde a primeira temporada, a série só nos entregou mais e mais perguntas, nos deixando totalmente no escuro. Claro que a história continua boa, pois mesmo com tantas perguntas sem respostas, os acontecimentos ainda eram interessantes.

A grande pergunta da temporada foi: Onde está Tyrell Wellick? O que aconteceu com o nosso vilão preferido? Essa pergunta foi – ainda bem – sendo desenvolvida e trabalhada durante a temporada, mesmo que de forma bem lenta, e isso foi um dos principais fatores que nos deixaram interessados em seguir a diante. As consequências do hack chocaram, de certa forma, pois se na primeira temporada estávamos encantados pela promessa de um mundo sem dívidas, agora estávamos boquiabertos com a realidade de um mundo onde o capitalismo foi atingido por um tiro na cabeça. Caos, protestos, crises mundiais e restrições tomaram conta do mundo, algo totalmente diferente do que Elliot pensava. A liberdade que ele tanto desejava agora era real, porém frustrante.

Se o Elliot conseguiu a liberdade econômica para o mundo que tanto queria, não aconteceu o mesmo com a sua liberdade. A liberdade do seu “eu” interior. A loucura e apagões provocados pelo Mr. Robot (pai do Ellliot) nesta temporada desafiaram suas crenças. Todos esperavam ser liderados por ele, porém ele não sabia de nada. Mr. Robot estava tomando o controle sobre ele, e agora, para o Elliot, o controle era apenas uma ilusão. Essa luta travada entre as personalidades do garoto nos rendeu bons momentos nessa temporada, inclusive até a polêmica dúvida: seria Tyrell uma das personalidades do Elliot? Com certeza Elliot e Mr. Robot conseguiram dominar nossa atenção nesta temporada com tantos outros personagens com arcos interessantes.

Imagem: Arquivo Pessoal/ Rubens Oliveira
Imagem: Arquivo Pessoal/ Rubens Oliveira

Por falar em personagens, as grandes surpresas desta temporada foram as mulheres. Angela, Darlene, Joanna Wellick e a detetive Dominique DiPierro tomaram conta da série. Darlene e o desafio de ser uma líder, Angela e a luta contra a E-Corp, Joanna e a sua busca incessante por Tyrell, e por fim a detetive Dominique DiPierro, que simplesmente surpreendeu com a sua personalidade destemida e a sua busca incessante pelos autores do hack que abalou o sistema capitalista mundial. A conspiração entre a White Rose – que também é o ministro de defesa da China!– e o presidente da E-Corp foi bem explorada nesta temporada. Com o desenvolvimento do arco destes dois personagens nós conseguimos ter uma dimensão do que realmente estava acontecendo. A FSociety não era mais a equipe por trás do hack. O Dark Army e a White Rose juntos com o presidente da E-Corp, Phillip Price, nos mostraram a verdade sobre quem realmente estava no controle da situação e da sua grandiosidade.

Mr. Robot mesmo com tantas perguntadas sem respostas conseguiu fazer uma temporada muito boa, desenvolvendo os personagens anteriormente apresentados na série e os novos que surgiram. A trama continuou envolvente e bem complexa, nos exigindo tempo e paciência para entendê-la. Os dois últimos episódios dessa temporada resolveram responder grande parte das questões, o que só nos deixou mais confusos e sem entender nada, mas questões chaves foram respondidas. Isso nos deixa mais tranquilos em relação ao futuro da série e preocupados com o futuro de alguns personagens.

Mr. Robot já está renovada para a terceira temporada. E vocês, o que acharam da temporada? Comentem e vamos tentar entender essa temporada cheia de dúvidas.

R0B0T¹: Não se esqueçam de ver a cena pós-crédito no final da season finale.

Avaliação

[yasr_overall_rating]

COMPARTILHAR
Sou com certeza um viciado em séries. Gosto de todos os tipos. Minhas preferidas são Sense8, Séries da Marvel,Game of Thrones, Westworld e Outlander. Se tiver super-herói pode ter certeza que vou assistir.

Comentários