Crítica | Jason Statham está de volta em ‘Assassino a Preço Fixo 2 – A Ressurreição’

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

assassino-a-preco-fixo-2

A sequência de Assassino a Preço Fixo (2011) traz Jason Statham, Jessica Alba e Tommy Lee Jones em uma ação fanfarrona com a cara de anos 90. Com efeitos ruins, roteiro furado e cenas de ação mal feitas Assassino a Preço Fixo 2 – A Ressurreição deixa muito a desejar e não entrega nada de novo.

Com uma trama completamente batida e comum, o novo longa de Jason Statham mostra a volta de Bishop a ação. O assassino de aluguel estava morando no Brasil, mas foi descoberto por alguns agentes do seu novo empregador. A sequência inicial de ação é feita para mostrar o nível do protagonista, mas o cenário é muito mal feito. O fundo da cena é claramente uma tela com imagem embaçada.

Ao fugir para uma ilha e conhecer Gina (Jessica Alba) a história começa a ganhar forma. Bishop (Statham) descobre totalmente o plano de seu empregador e antagonista, sendo assim já sabíamos toda a trama do longa. O problema é que mesmo sabendo tudo que iria acontecer o personagem se rendeu a isso, e fez tudo de acordo com o que foi planejado pelo inimigo, o que é um grande erro – tendo um protagonista querendo ser uma mistura de James Bond (007) e Ethan Hunt (Missão Impossível), acaba sendo ridículo ele cair na armação.

Algumas das cenas de ação tiveram uma boa coreografia, o problema é na hora em que os tiros começam. Os caras maus não acertam um tiro, já Bishop acerta todos, não importando a distância. A missão do assassino era de eliminar três concorrentes do seu empregador. Tudo foi feito de forma rápida e dinâmica, com mortes fanfarronas e engraçadas, ainda mais pelo efeito medonho da segunda morte, sendo uma cena quase que inesquecível. Tudo isso para salvar a mocinha, Gina (Alba).

A virada da história foi bem previsível, veio carregada de ações inexplicáveis. Muitos acontecimentos não se importavam com a coerência do roteiro, deixando vários buracos no desenvolvimento da história. Jessica Alba, uma atriz a cima da média do elenco do filme, estava bem no seu papel, mas ficou restrita em ser a donzela em perigo que sabia dar alguns chutes e socos. Tommy Lee Jones já está um pouco cansado, mas teve participação interessante. E o resto, é apenas o resto. Jason Statham entrega o mesmo personagem em filmes diferentes.

Avaliação
Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comentários

Editor-chefe e criador da Matinê Cine&TV, estudante de Jornalismo, leitor, cinéfilo e seriador. Fã de Harry Potter, O Senhor dos Anéis, Planeta dos Macacos, Star Trek e Star Wars. Na TV The Walking Dead, Game of Thrones, Shameless, Jessica Jones são alguns dos seus favoritos.

Você também pode gostar