Crítica l Supergirl – 2×01 – The Adventures of Supergirl

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

Supergirl, nova heroína da CW, chegou ao novo canal trazendo um episódio muito animador e mostrou para o que realmente veio nessa temporada. Introduziu Superman e outros grandes personagens presentes nos quadrinhos, o episódio definitivamente impressionou de forma positiva, superando as minhas expectativas. Confira a crítica o episódio “The Adventures of Supergirl.

A escolha do ator Tyler Hoechlin para interpretar Superman foi bastante criticada. depois da primeira foto de divulgação do ator no uniforme as críticas foram ainda mais pesadas, e de fato ele parecia não se encaixar nos padrões físicos do personagem, mas acabou sendo o ponto mais forte desse episódio. Aqui vimos um Clark Kent mais próximo do que é nos quadrinhos, um herói alegre, simpático e inspirador, como de fato deve ser.

A dupla de heróis funcionou muito bem, tanto nas cenas em que estavam como Superman e Supergirl quanto nas que eram Clark e Kara (Melissa Benoist). Foi possível sentir o espírito de proteção e família que existe entre os dois. As cenas de ação foram muito boas de assistir e será bom ter isso por mais episódios, pois o grande acerto foi que mesmo tendo um personagem tão conhecido como o Superman, os produtores deram mais atenção para quem realmente deviam: a Supergirl. Mesmo com a figura do Superman sendo o destaque, ela não ficou apagada ou ofuscada em nenhum momento.

Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

Outro destaque foi Lena Luthor (Katie McGrath), irmã de Lex Luthor, que aparece sendo uma mulher forte, poderosa, e é a nova presidente das empresas Luthor. Lena tenta desvincular o nome da empresa de sua família da imagem do irmão, este se encontra preso e acredito que ainda nessa temporada os produtores vão encontrar uma maneira de apresentar sua própria versão do personagem. A relação entre Cat Grant (Calista Flockhart) e Kara é bem desenvolvida nesse episódio e é possível ver que a química entre as duas personagens é muito forte. Todas as cenas entre as duas personagens foram os momentos mais motivacionais para Kara, era possível ver que Cat à tratava como uma filha e se preocupava com o futuro dela. Uma pena que veremos pouco dessa relação entre as personagens já que a atriz Calista Flockhart não será regular nessa temporada – devido à mudança das locações de gravação provocadas pela alteração da emissora de exibição da série.

John Corben (Frederick Schmidt) foi uma boa escolha como vilão do episódio e desde já vemos a grande influência e loucura de Lex Luthor, que mesmo preso tentou matar a irmã. Ao final do episódio temos um bom cliffhanger onde o vilão se prepara para se tornar Metallo – um antigo vilão do Superman que nos quadrinhos é um ciborgue que possui um coração de kryptonita. O responsável pela transformação do personagem é o projeto Cadmus, que se trata de uma organização responsável por fazer experimentos genéticos nos humanos. O projeto inclusive já havia sido mencionado na primeira temporada da série e agora terá a oportunidade de ser mais desenvolvido.

O episódio de estréia mostrou que a heroína finalmente está no canal certo e irá abrir as oportunidades dos crossovers. A introdução do Superman será importante para desenvolvimento da personagem como heroína, servindo de mentor da mesma. Supergirl é transmitida pelo canal CW todas às segundas nos EUA. No Brasil o canal pago Warner Channel irá exibir os novos episódios a partir do dia 26 de outubro, quarta-feira, às 22:30. E você o que achou do retorno de Supergirl? Deixe abaixo seu comentário.

Avaliação
Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
, , , , , , , , ,

Comentários

21 anos, estudante de Química do Petróleo, viciado em séries. minhas preferidas são Fringe e Hannibal, mas sou fanático por séries baseadas em quadrinhos como The Flash, Arrow, Gotham, Supergirl, Agents Of Shield e Demolidor.

Você Também Pode Curtir