Crítica | Blindspot – 2×05 – Condone Untidiest Thefts

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

Blindspot não para de surpreender. Com um episódio cheio de ação, descoberta, angústia e emoções, Condone Untidiest Thefts com certeza veio para subir mais um degrau que confirma a evolução do drama policial da NBC.

No quinto episódio da temporada Reade assumiu seus traumas, gerando paranoias e um sentimento de vingança que pode destruir a vida e a carreira tão bem sucedida que o próprio conquistou. Deixando sua equipe de lado, o agente começa uma vigília e persegue o seu abusador em busca de justiça (ou satisfação pessoal).

Jane continua sua jornada dupla, deixando os sentimentos cada vez mais confusos (principalmente agora que Weller parece ainda mais inacessível, tanto pelas mentiras e segredos do passado, quanto pelas surpresas do presente que influenciarão futuro).

Mudando um pouco o foco da corrupção (quem sabe o motivo seja as eleições nos Estados Unidos), o caso da semana leva o FBI à máfia irlandesa, que têm como líder um político com tendência a atitudes heroicas e a aparência mais honesta que existe, mas sua posição e poder vão além da política do senado. Tentando impedir que o chefe da máfia assuma como futuro governador, a equipe de Kurt Weller arrisca sua vida para recuperar provas que comprovam o verdadeiro caráter do senador.

Protagonizando uma das sequências mais tensas e angustiantes da série, temos Kurt, Nas, Jane e Allison (Trieste Kelly Dunn) lutando para sobreviver, encurralados, em menor número e com poucos recursos. Além de termos Weller assumindo sem medo o papel de pai, desesperado para salvar a vida de Allisson e seu filho, ele toma atitudes meio suicidas, mas que provam por que ele é o diretor-assistente do FBI.

Mas o grande herói desse episódio se chama Patrick O’Miley. Além de seu humor mórbido e irônico, o ex-mafioso se mostrou digno de confiança, apesar dos seus erros do passado. Mesmo sendo diagnosticado com câncer terminal, ele parecia amar o restante de vida que lhe restava, mas prezava mais ainda a lealdade por aqueles que considerava da “família”. Foi uma das participações mais marcantes que Blindspot já teve.

Condone Untidiest Thefts foi um ótimo episódio. Teve pequenas doses de romance (como Kurt reparando no corte de cabelo de Jane e deixando ela sem graça). Momentos de lembranças confusas, com Jane e seus, cada vez mais frequentes, flashbacks. Conversas reveladoras, onde Roman confirma que Shepherd está escondendo coisas importantes sobre os relacionamentos do passado de Jane. Mas o “gran finale” com Reade foi realmente inacreditável. A expressão da Zapata foi ótima, pois era uma possibilidade e mesmo assim não acreditava que chegaria a esse extremo sanguinário. 

Com tantas coisas acontecendo há como perder os próximos episódios. Blindspot é transmitido pela NBC nas noites de quarta-feria nos Estados Unidos. O 6° episódio dessa temporada foi intitulado Her Spy’s Mind, confira o promo logo abaixo.

Avaliação
Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
, , ,

Comentários

Estudante de Pedagogia, apaixonada por livros, filmes e séries que envolvam muito mistério, romance e ficção. Na sua lista de favoritos estão: Supernatural, Criminal Minds, Once Upon a Time, Bones e Scream.
Sempre em busca de novas aventuras e emoções, o que significa que essa lista ainda vai crescer, e muito!

Você Também Pode Curtir