Crítica | This Is Us – 1×10 – Last Christmas [Mid Season Finale]

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: Arquivo Pessoal/ Rubens Oliveira

A mid season finale de This Is Us foi uma surpresa do começo ao fim para os telespectadores. Trazendo um sentimento de paz que perdura por quase todo o episódio, o público é surpreendido novamente com um corte de tomadas que confunde e no final revela uma situação angustiante, deixando um grande gancho para o retorno da série em janeiro de 2017.

Antes da grande reviravolta no final do episódio, as tramas dos personagens começaram a se resolver no decorrer do mesmo. Randall e sua esposa, Beth, foram à festa de final de ano da empresa que ele trabalha e tiveram que lidar com uma situação bastante delicada: um amigo, interpretado por Jimmi Simpson (Westworld), tenta se suicidar após problemas familiares. O caso desperta toda a angustia guardada dentro de Randall, remetendo aos seus problemas com a mãe e William. Na tentativa de ajudar o amigo, Randall acaba ajudando a si mesmo no processo.

Kate decide fazer a cirurgia de redução do estômago. A personagem teve que lidar com sua mãe, cujo relacionamento está abalado há anos. O relacionamento delas foi muito explorado nos flashbacks, que remetem à infância de Kate, esclarecendo que o peso dela sempre foi uma preocupação para mãe. No final das contas, Rebecca só queria o bem de sua filha. Acontece que isso acabou criando problemas entre as duas, que se tornaram cada vez piores conforme o tempo passava. Neste episódio elas finalmente conversaram e botaram as cartas na mesa. Rebecca, de certa forma, se sente culpada por ter ficado muito em cima de Kate, que sente o mesmo, mas não quer admitir para não ferir ainda mais a relação das duas.

Kevin e Sloane (Milana Vayntrub) parecem ter passado de “somente uma transa” para algo mais sério. Por mais irônico que pareça, a relação dos dois evoluiu mais em dois episódios do que a de Kevin e Olivia em quase seis. Olivia parece ter sumido após a briga com Kevin e com quase certeza irá retornar em algum momento. Espero que a série não caia neste clichê clássico do triângulo amoroso.

Kate e Toby superaram a adversidade que impedia-os de ficarem juntos. Em um ato de amor verdadeiro, Toby invadiu a festa de natal dos Pearson e declarou todo o seu amor por Kate, que logo evoluiu de beijos para um tour sexual pela casa de Randall. Quem também mostrou ter uma relação amorosa foi William, que surpreendeu a todos ao se mostrar bissexual e com um parceiro que conheceu nas reuniões dos Alcoólicos Anônimos. Os dois surpreenderam mostrando que Jessie (Denis O’Hare) ajudou William a passar por todos os problemas relacionados às drogas e álcool, surgindo, então, a relação dos dois.

Quando o episódio parecia terminar com todo mundo feliz, comemorando a festa de natal na casa de Randall, eis que uma reviravolta se revela. Nos flashbacks vimos quando a pequena Kate teve que passar por uma cirurgia para tirar o apêndice. Por coincidência, Jack e Rebecca encontram o Dr. Nathan (Gerald McRaney), que está convicto que irá morrer após uma cirurgia que o aguarda. Em cortes muito bem trabalhados, vemos o Dr sendo levado para sala de operação e ao mesmo tempo, no presente, Toby está passando muito mal durante a festa de natal. O desespero toma conta de todos no local e em meio à bagunça de socorrê-lo, é mostrado para o telespectador uma pessoa morrendo na sala de cirurgia. Até então a forma como as cenas foram colocadas em tela faziam pensar que quem morreu foi o Dr. Nathan, mas nos segundos finais a pessoa morrendo na sala de cirurgia é o Toby.

Com certeza esse foi um belo gancho para o próximo episódio, que só irá ao ar no dia 10 de janeiro de 2017. Porém, não se sabe com certeza se Toby morreu, mas se seguirmos o que o nome do episódio sugere (Last Christmas), pode ser que este tenha sido o último natal do rapaz.

Avaliação

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comentários

Sou com certeza um viciado em séries. Gosto de todos os tipos. Minhas preferidas são Sense8, Séries da Marvel,Game of Thrones, Westworld e Outlander. Se tiver super-herói pode ter certeza que vou assistir.

Você também pode gostar