Novo Scarface vai ser estrelado por Diego Luna e Antoine Fuqua não será mais o diretor

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Remake de Scarface não será mais dirigido por Antoine Fuqua
Diego Luna e Al Pacino
Diego Luna e Al Pacino

O novo Scarface ganhou novidades. O longa seria dirigido por Antoine Fuqua, mas o mesmo não pôde dar continuidade ao seu trabalho no remake por conflitos de agenda. O diretor vai comandar a sequência de O Protetor (The Equalizer), filme protagonizado por Denzel Washington. E o novo protagonista, da terceira versão do filme, será Diego Luna (Rogue One – Uma História Star Wars).

Segundo a Variety, o novo filme não seria um remake, e nem uma continuação. O projeto é uma nova roupagem, mais contemporânea, para a história, que será centrada em um mexicano (Diego Luna). Misturando os conceitos dos dois filmes anteriores (de 1932 e 1983) o longa vai apresentar um imigrante mexicano criando carreira no cartel de drogas em Los Angeles, para realizar o seu sonho americano.

A Variety ainda informa que o estúdio já está em contato com novos diretores e pretende dar início as filmagens até a metade de 2017. O roteiro já foi escrito por David Ayer (Esquadrão Suicida), Paul Attanasio (A Soma de Todos os Medos) e Jonathan Herman (Straight Outta Compton: A História do N.W.A.), mas a versão final é assinada por Terence Winter (O Lobo de Wall Street).

A primeira versão, de 1932, foi estrelada por Paul Muni (O Fugitivo) e dirigida por Howard Hawks (À Beira do Abismo). Já no clássico filme de 1983, Al Pacino viveu o icônico personagem, e o longa teve a direção de Brian De Palma (Os Intocáveis).

A nova versão de Scarface ainda não possui uma previsão de estreia.

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comentários

Editor-chefe e criador do Matinê Cine&TV é estudante de Jornalismo, leitor, cinéfilo e seriador. Declarado fã de Harry Potter e O Senhor dos Anéis, Matheus, adoraria viver um apocalipse zumbi em TWD, ou lutar contra os exércitos de Westeros em GoT, mas se contenta em assistir essas e outras dezenas de séries na vida real.

Você também pode gostar