Crítica | This Is Us – 1×15 – Jack Pearson’s Son

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: IMDB

Jack Pearson’s Son foi um daqueles episódios que você começa a assistir, fica focado e quando menos espera, ele acaba.

O episódio mostrou as dificuldades que a família Pearson vem passando, sejam elas no passado ou no futuro. Randall (Sterling K. Brown) foi o grande destaque do episódio e entregou uma atuação comovente, trazendo toda a fragilidade de seu personagem a tona quando a situação envolvendo William (Ron Cephas Jones) e o seu trabalho, chegaram a níveis muito estressantes. O mais interessante de tudo isso foi a participação de Kevin no processo e como a série explorou um pouco mais a relação dos dois em poucos minutos de cena. O final exemplifica muito bem isso.

Assim como nos episódios anteriores, os flashbacks estão se tornando cada vez mais importantes para a trama. Está claro que tudo está rumando para o final trágico de Jack (Milo Ventimiglia) e como tudo aconteceu, enquanto isso os produtores estão sabendo explorar muito bem a história por trás disso. A briga entre Jack e Rebecca (Mandy Moore) neste episódio, após Jack ter uma crise de ciúmes, pode ter sido o catalisador da morte dele. Claro que isso não é certeza, porém, tudo aponta para isso e o foco que deram ao Jack tomando um copo de whisky na cena final do episódio foi muito preocupante.

Outro fato que ressalta que veremos como Jack morreu foi o arco de Kate e Toby. Ambos percebendo que estão indo rápido demais com o seu relacionamento e mal conhecem um ao outro, os dois resolveram saber mais um do outro e isso levantou uma questão: Kate (Chrissy Metz) não gosta de falar da morte do pai. Por um momento, parecia que ela ia revelar tudo para o Toby (Chris Sullivan), mas a personagem se mostrou incapaz de falar no assunto. Será que o fato de Rebecca ter brigado com Jack, como vimos, e isso ter levado a morte do rapaz, é também um dos motivos pelo qual mãe e filha ficaram por tanto tempo distantes uma da outra? Se sim, isso só comprova a qualidade de uma das melhores estreias da TV americana em 2016.

O bom deste episódio foi, também, como ele não deu voltas e foi direto no que queria mostrar. Mas, se tem uma coisa que não ficou clara, ainda, foi o que fizeram com o triângulo amoroso entre Kevin, Sloane e Olivia. Sloane (Milana Vayntrub) apareceu neste episódio e pelo visto está de bem com a vida em relação ao Kevin, já Olivia (Janet Montgomery) foi esquecida em algum churrasco da família Pearson. Isso é uma grande perda para série, já que Janet Montgomery é uma baita atriz.

Por outro lado, ainda sobrou espaço para uma conversa sincera entre Kevin (Justin Hartley) e Miguel, que por um instante, fez grande parte das pessoas reconsiderarem sua opinião sobre ele. Miguel (Jon Huertas) deixou bem claro que realmente era amigo de Jack e o admirava muito, dizendo isso para Kevin cara-a-cara e ainda falando que o rapaz o lembra de Jack, seu melhor amigo. Finalizando, assim, um episódio ótimo de This Is Us – na verdade, mais um ótimo episódio.

Avaliação

¨(Ótimo)

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comentários

Sou com certeza um viciado em séries. Gosto de todos os tipos. Minhas preferidas são Sense8, Séries da Marvel,Game of Thrones, Westworld e Outlander. Se tiver super-herói pode ter certeza que vou assistir.

Você também pode gostar