Grimm: Final da série é marcado por muita nostalgia

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: Banco de Séries

Dizer adeus para aqueles personagens que acompanhamos há anos nunca é fácil, principalmente quando você cria um vínculo forte com a série. Na última sexta-feira (31), tivemos mais um programa se despedindo dos seus fãs, Grimm encerrou sua história com o último episódio da 6° temporada.

“É tudo sobre família e sangue”, é disso que se trata “The End” último episódio de Grimm. Cheio de ação, emoção e nostalgia, a série baseada nos contos dos Irmãos Grimm colocou um ponto final na jornada de Nick (David Giuntoli), Adalind (Claire Coffee), Monroe (Silas Weir Mitchell), Rosalee (Bree Turner), Sean Renard (Sasha Roiz), Wu (Reggie Lee), Hank (Russell Hornsby) e tantos outros personagens marcantes que foram apresentados. Com os episódios que marcavam o começo do fim, tivemos diversos flashbacks relembrando onde essa grande aventura começou.

A nostalgia é sempre bem-vinda quando precisamos encerrar um ciclo da vida, e foi nisso que os produtores e escritores da série, aparentemente, apostaram. Trazendo personagens queridos pelos fãs, como a mãe e tia de Nick que foram os grandes exemplos e guia nessa empreitada wesen. E também a irreverente e encrenqueira Trubel, que conquistou não só o coração de seu primo e amigos, mas de todos os que acompanhavam Grimm. Porém, é preciso ser realistas e afirmar que Grimm se perdeu ao longo das temporadas, e assim influenciando na qualidade e capacidade que a série ainda tinha, mesmo assim, Stephen Carpenter, David Greenwalt, Jim Kouf – criadores da série – deram o desfecho que o programa realmente merecia.

Com um vilão digno de series finale, tivemos um encerramento regado à lágrimas, incertezas e presságios de apocalipse. Deixando um gosto de expectativa e apreensão até os minutos finais. Dando total destaque ao protagonista, tivemos vários momentos marcantes de Nick, pela última vez. Sem deixar de adotar aqueles belos clichês (como de costume), Grimm se despede após seis anos de transmissão (2011-2017), com um episódio, que podemos considerar épico, tivemos perdas, dilemas, laços de sangue, família, amor, flashbacks, passagens de tempo e a promessa de uma descendência longa e poderosa de Grimm e Wesen, Nick Burkhardt e seus companheiros receberam a conclusão justa e merecida que irá agradar aos fãs, que se dedicaram acompanhando a série por tanto tempo.

Grimm deixa seu singelo agradecimento a todos que acompanharam o crescimento e desenvolvimento da série por todos esses anos, e se a saudade bater, há sempre a possibilidade de fazer uma maratona nostálgica do programa. Mas podemos dizer: “essa despedida valeu a pena.”.

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
, , , , , , , , , ,

Comentários

Estudante de Pedagogia, apaixonada por livros, filmes e séries que envolvam muito mistério, romance e ficção. Na sua lista de favoritos estão: Supernatural, Criminal Minds, Once Upon a Time, Bones e Scream.
Sempre em busca de novas aventuras e emoções, o que significa que essa lista ainda vai crescer, e muito!

Você Também Pode Curtir