Velozes e Furiosos 8 ultrapassa a marca de US$ 1 bilhão em sua arrecadação mundial

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Se ainda havia dúvida em relação ao sucesso de Velozes e Furiosos 8, agora não há mais. Acaba de ser confirmado que a arrecadação mundial do longa chegou a US$ 1 bilhão em seu terceiro final de semana em cartaz. Porém, o longa deve se aproximar ainda mais de A Bela e a Fera, que tem a maior bilheteria de 2017 até o momento com US$ 1,1 bilhão de arrecadação global.

Do valor, US$ 192,7 milhões foram arrecadados em solo nacional (EUA), confirmando que no mercado doméstico o filme está sendo bastante modesto se comparado aos US$ 867,8 milhões no mercado internacional – mesmo assim, Velozes e Furiosos 8 tem a terceira maior bilheteria do cinema norte-americano, ficando atrás apenas de A Bela e Fera (US$ 480 milhões) e Logan (US$ 224,5 milhões).

Leia a crítica de Velozes e Furiosos 8.

O oitavo filme da franquia tem Charlize Theron e Kristofer Hivju como vilões. A direção é de F. Gary Gray (Straight Outta Compton: A História do N.W.A.).

Além de Vin Diesel o elenco conta com Dwayne Johnson (Hobbs), Jason Statham (Deckard Shaw), Michelle Rodriguez (Letty), Tyrese Gibson (Roman Pearce), Ludacris (Tej Parker)Kurt Russell, Jordana Brewster (Mia), Elsa Pataky (Elena), Nathalie Emmanuel (Ramsey), entre outros nomes

O roteiro é de Chris Morgan e Gary Scott Thompson. Juntos escreveram os filmes de Velozes e Furiosos desde 2009, quando foi lançado o quarto longa da franquia. Gary Scott ainda escreveu o roteiro dos dois primeiros filmes da franquia.

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comentários

Editor-chefe e criador do Matinê Cine&TV é estudante de Jornalismo, leitor, cinéfilo e seriador. Declarado fã de Harry Potter e O Senhor dos Anéis, Matheus, adoraria viver um apocalipse zumbi em TWD, ou lutar contra os exércitos de Westeros em GoT, mas se contenta em assistir essas e outras dezenas de séries na vida real.

Você também pode gostar