Crítica | Agents of S.H.I.E.L.D. – 4×18 – No Regrets

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: IMDb

Agents of S.H.I.E.L.D está tendo uma temporada sensacional, agradando à todos com o mundo alternativo do Framework. No Regrets foi um daqueles episódios cheios de emoção, que faz você ficar emocionado ao final e ainda feliz por ver como a série sabe desenvolver e dar o devido valor aos seus personagens, e mantendo uma narrativa sólida.

O foco deste episódio é inegavelmente do Diretor Mace, ou podemos dizer, ex-diretor Mace? Ou melhor, O Patriota! Em um final emocionante, o personagem de Jason O’Mara, deu sua vida no mundo alternativo do Framework para salvar seus companheiros em uma missão de resgate. Durante todo o episódio, Mace/O Patriota teve seu devido destaque contando com uma ótima atuação de O’Mara, que conseguiu dar vida e emoção ao personagem. Vemos aqui um herói que deu a vida pelo bem dos seus companheiros e também do seu país. Um verdadeiro Patriota. Vemos aqui um personagem que fará falta.

Fitz (Iain De Caestecker), assim como nos episódios anteriores, vem tendo cada vez mais espaço, desta focando no seu lado emocional. O personagem está sendo muito bem desenvolvido, ultrapassando as limitações das temporadas anteriores, onde era sempre um “coitadinho”. O melhor de tudo foi a explicação do porquê Fitz é um vilão neste mundo. Ao perder Jemma (Elizabeth Henstridge), ele teve o pai de volta em sua vida, um homem rancoroso e sem coração. Foi muito bom a série explorar a árvore genealógico de Fitz, pois uma coisa que não vemos muito em Agents of S.H.I.E.L.D é justamente as relações familiares tanto de Fitz como de Jemma.

Se por um lado perdemos Mace/O Patriota, por outro ganhamos um personagem de volta do mundo dos mortos, e não estou me referindo a Grant Ward (Brett Dalton). Em mais um retorno surpreendente e muito bem-vindo, Agents of S.H.I.E.L.D trouxe de volta o falecido (ou ex-falecido?) Agente Antoine Triplett (B.J. Britt), que morreu lá atrás, no 10° episódio da 2° temporada da série.

E para encerrar o episódio com chave-de-ouro, o final não poderia deixar de ser mais surpreendente com a Agente May (Ming-Na Wen), agora da Hydra, mudando de lado e dando de volta os poderes de Daisy (Chloe Bennet). O sentimento de ansiedade pelos próximos episódios é inevitável, algo comum em Agents of S.H.I.E.L.D, mas que vem se intensificando com este arco magnífico do Framework.

Avaliação:

(Ótimo)

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
, , , , , , , , ,

Comentários

Sou com certeza um viciado em séries. Gosto de todos os tipos. Minhas preferidas são Sense8, Séries da Marvel,Game of Thrones, Westworld e Outlander. Se tiver super-herói pode ter certeza que vou assistir.

Você Também Pode Curtir