Manifest
Reprodução/IMDb

A fall season, temporada de retorno das principais séries estadunidenses, chegou e trouxe com ela diversas novas atrações. Manifest, série dramática da NBC que no dia 24 de setembro, prometia bastante mistério e intriga.

Em Manifest, um avião com 191 passageiros desaparece em 2013 e, misteriosamente, retorna após cinco anos com todos os seus tripulantes com a mesma idade de quando desapareceram, como se para eles tivesse passado somente algumas horas. Manifest não mentiu ao prometer uma trama intrigante, só pela breve sinopse já somos tentados a querer conferir a atração que conta com Josh Dallas (Once Upon A Time) no elenco.

A série não perde tempo, em menos de 10 minutos já apresenta os personagens principais, o desaparecimento do avião e o respectivo retorno, assim como o reencontro com os familiares. E este acaba sendo o principal problema do episódio piloto: a falta de sutileza.

Há uma aceleração excessiva na apresentação dos personagens, que resulta em uma falta de afeto do telespectador com o que acontece durante o piloto. Os personagens de Josh Dallas (Ben Stone) e de Melissa Roxburgh (Michaela Stone) são os protagonistas do episódio e, aparentemente, da série. Todo o restante do episódio se desenvolve ao redor deles e ocasionalmente mostra algum dos outros 189 passageiros que também estavam a bordo do avião.

Outro ponto negativo da série são os cortes abruptos entre uma cena e outra, impossibilitando uma transição coerente entre as cenas. Com isso, e do nada, passamos de uma cena com música agitada, para uma cena de silêncio total, desconcentrando o telespectador e chamando a sua atenção para este fato.

Isso é resultado de um roteiro apressado, que parece ter sido planejado para um episódio de 1h30, sofrendo uma redução para 40 minutos – tendo que sair cortando várias das suas cenas. A força da série, no entanto, se revela nas mudanças ocorridas no âmbito familiar destes 191 passageiros após cinco anos desaparecidos e em como eles terão de lidar com tal realidade, assim como suas famílias. O final do episódio determina se o telespectador vai dar uma chance para a série ou não, quando apresenta as verdadeiras sequelas que os 191 desparecidos obtiveram ao retornarem para terra firme.

Manifest não teve um bom começo, mas consegue chamar a atenção por sua trama estranha e a promessa de explorar consequências de um voo que se estendeu além do previsto.

Avaliação
Regular
6.5
COMPARTILHAR
Sou com certeza um viciado em séries. Gosto de todos os tipos. Minhas preferidas são Sense8, Séries da Marvel,Game of Thrones, Westworld e Outlander. Se tiver super-herói pode ter certeza que vou assistir.

Comentários