Filme
Cena do filme Vou Morrer Amanhã | Crédito: Synapse Distribution

Amy Seimetz teve a ideia para Vou Morrer Amanhã a partir de experiências pessoais com a ansiedade. “Eu estava lidando com minha própria ansiedade e percebi que estava espalhando meu pânico para outras pessoas ao falar sobre isso excessivamente”, disse a diretora. A situação foi agravada na medida em que Seimetz assistia notícias sobre a polarização política na televisão.

Conhecida pela co-criação da série The Girlfriend Experience (baseada em um filme homônimo de Steven Soderbergh) e por integrar o elenco de filmes como Alien: Covenant (2017) e Cemitério Maldito (2019), Amy Seimetz dirige aqui o seu segundo longa-metragem (o mesmo foi participou da seleção do Festival South by Southwest). A estreia aconteceu com Sun Don’t Shine em 2012. E o seu mais novo trabalho teve um trailer legendado divulgado pela Synapse Distribution.

Assista ao trailer de Vou Morrer Amanhã

No filme, Kate Lyn Sheil vive Amy, quando acorda convencida de que morrerá no dia seguinte. Devastada por essa ideia, ela entra numa vertiginosa espiral emocional. Conforme seus delírios de morte se tornam contagiosos para aqueles ao seu redor, suas vidas e pensamentos saem de controle, numa tendência para a loucura.

Amy Seimetz assina a direção e o roteiro de Vou Morrer Amanhã. Nomes como o de Chris Messina (Objetos Cortantes) e Michelle Rodriguez (franquia Velozes e Furiosos) estão no elenco.

Vou Morrer Amanhã estreia no dia 19 de fevereiro nas plataformas Claro Now, Vivo Play, Sky Play, iTunes, Apple TV, Google Play e YouTube, para compra ou locação.

Veja o pôster de Vou Morrer Amanhã

Pôster brasileiro de Vou Morrer Amanhã | Crédito: Synapse Distribution
COMPARTILHAR
Criador da Matinê, está no 6º semestre do curso de jornalismo no Centro Universitário Ritter dos Reis - UniRitter. Aqui escrevo sobre filmes e séries a partir da minha perspectiva de mundo, sem medo de mostrar a todos o meu entendimento pessoal daquilo que assisto. O debate de pontos de vistas diferentes é livre, e sempre bem-vindo.