Recorte da arte oficial da 45ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo | Imagem: Divulgação.

A 45ª da Mostra Internacional de Cinema está retornando para a sua casa. Depois da edição 100% online em 2020, o evento acontecerá entre os dias 21 de outubro e 03 de novembro em São Paulo, e contará com 15 espaços exibidores na cidade.

Embora retorne ao formato presencial, parte da programação também será disponibilizada online. Alguns títulos, dos 264 que compõe a seleção deste ano, poderão ser assistidos pela plataforma Mostra Play. Outros serão disponibilizados gratuitamente no Sesc Digital e no Itaú Cultural Play.

O novo formato de realização do evento foi apresentado na coletiva de abertura da Mostra. A conversa foi comandada por Renata de Almeida, a presidente da Mostra Internacional de Cinema. “A Mostra é da cidade, e é nossa obrigação voltar para os cinemas”, explicou Renata sobre o retorno do evento para as salas de exibição.

A presidente da Mostra acredita que o público que gosta do cinema que é apresentado pelo evento ainda não retornou para os cinemas porque não se sente seguro. Por isso, os protocolos foram pensados para fazer com que este espectador sinta confiança para assistir aos filmes presencialmente.

Entre os protocolos de segurança do evento está a exigência do comprovante de vacinação e o uso constante de máscara durante as sessões. As salas terão o limite de 50% de ocupação total. Os espaços vão disponibilizar álcool em gel e entre cada uma das sessões haverá um intervalo de 30 minutos, para que o ambiente seja corretamente higienizado.

Destaques na programação

Com 264 títulos vindo de 50 países, a Mostra Internacional de Cinema organiza as suas sessões em Perspectiva Internacional, Competição Novos Diretores e Mostra Brasil. Entre os mais aguardados estão Titane, de Julia Ducounau (vencedora da Palma de Ouro no Festival de Cannes) e Annette, musical dirigido por Leos Carax e estrelado por Adam Driver e Marion Cotillard.

Anya Taylor-Joy em cena do filme ‘Noite Passada em Soho’ | Imagem: Divulgação

Além dos citados, há outros dois que chamam a atenção por serem possíveis figurantes no próximo Oscar: Noite Passada em Soho (novo longa-metragem de Edgar Wright, protagonizado por Anya Taylor-Joy) e A Crônica Francesa (o aguardado filme de Wes Anderson que traz um elenco estelar, com nomes como o de Bill Murray, Adrien Brody, Tilda Swinton, Saoirse Ronan, Timothée Chalamet, entre outros).

Novidades na abertura

Ao contrário do que costuma acontecer, a Mostra Internacional de Cinema de 2021 não terá um filme de abertura. Para a sua 45ª edição, na noite de 20 de outubro, o evento realizará dez sessões simultâneas de filmes, curtas-metragens e outros títulos que compõem a seleção deste ano.

Confira a programação completa da abertura da 45ª Mostra Internacional de Cinema:

  • Cine Marquise | sala 1: Noite Passada em Soho (Last Night in Soho), de Edgar Wright
  • Cinesesc: Bergman Island, de Mia Hansen-Love
  • Cinesala: Compartment nº 6, de Juho Kuosmanen
  • Espaço Itaú – Augusta | sala 3: programa de curtas com A Voz Humana (The Human Voice), de Pedro Almodovar, A Noite (The Night), de Tsai Ming Liang e Ato, de Bárbara Paz, com presença da diretora.
  • Espaço Itaú – Frei Caneca | sala 1: A Crônica Francesa (The French Dispach), de Wes Anderson
  • Espaço Itaú – Frei Caneca | sala 2: Um Herói (A Hero), de Asghar Farhadi
  • Espaço Itaú – Frei Caneca | sala 3: A Caixa (La Caja), de Lorenzo Vigas
  • Petra Belas Artes | sala Leon Cakoff: Roda do Destino (Wheel of Fortune and Fantasy), de Ryusuke Hamaguchi
  • Reserva Cultural | sala 1: Má Sorte ou Pornô Amador (Bad Luck Banging or Loony Porn), de Radu Jude
  • Centro Cultural São Paulo | sala Paulo Emílio: Lua Azul (Blue Moon), de Alina Grigore

Outras informações sobre as sessões de abertura, horários e compra de ingressos devem ser conferidas em www.mostra.org.

Má Sorte no Sexo ou Pornô Acidental

Para os jornalistas que participaram da coletiva de imprensa com os anúncios da programação, a Mostra já começou. Logo depois da apresentação de Renata de Almeida e da fala dos parceiros e patrocinadores do evento, foi exibido no Mostra Play o longa romeno Má Sorte no Sexo ou Pornô Acidental, de Radu Jude.

Na história, Emi, uma professora de história, tem um vídeo íntimo vazado na internet. As lentes do diretor acompanham as consequências do fato enquanto Emi se dirige a uma reunião com os pais dos seus alunos.

Má Sorte no Sexo ou Pornô Acidental é distribuído pela Imovision no Brasil, e levou o Urso de Ouro no Festival de Berlim. Assista ao trailer:

COMPARTILHAR
Criador da Matinê, está no 6º semestre do curso de jornalismo no Centro Universitário Ritter dos Reis - UniRitter. Aqui escrevo sobre filmes e séries a partir da minha perspectiva de mundo, sem medo de mostrar a todos o meu entendimento pessoal daquilo que assisto. O debate de pontos de vistas diferentes é livre, e sempre bem-vindo.