Conheça as ideias de possíveis derivados de Game of Thrones que a HBO está desenvolvendo

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Com Game of thrones se aproximando do fim, começam as especulações sobre o futuro do universo criado na TV. Hoje, a EW (via ComicBook) confirmou que a HBO está trabalhando no desenvolvimento de quatro possíveis spin-offs da série.

Para isso a emissora conta com quatro roteiristas, Max Borenstein (Kong: A Ilha da Caveira) e Brian Helgeland (Sobre Meninos e Lobos) que desenvolvem separadamente; além de Jane Goldman (Kingsman: Serviço Secreto) e Carly Wray (da série Mad Men) que estão trabalhando com George R. R. Martin. Ainda não há grandes informações sobre o projeto, exceto que ele deverá abordar diferentes épocas do vasto universo apresentado nos livros – tanto histórias do passado contadas na série principal (As Crônicas de Gelo e Fogo) como também nos outros livros da franquia. Os atuais showrruners da série, David Benioff e Dan Weiss, devem conduzir o derivado ao lado de Martin.

Com a notícia, confirmando os recentes rumores, o ComicBook reuniu uma lista com 4  ideias de spin-off  de Game of Thornes, confira:

Robert’s Rebellion

Se a HBO não quisesse se desviar muito para o passado de Westeros, uma boa ideia para spin-off poderia envolver os eventos da Rebelião de Robert Baratheon, que preparou o cenário para a história inicial de Game of Thrones. O evento começou quando Rhaegar Targaryen, o príncipe herdeiro de Westeros, “sequestrou Lyanna Stark, a irmã mais nova de Ned Stark (na série vivido por Sean Bean na primeira temporada). Quando o irmão mais velho de Ned e seu pai foram para King’s Landing (Porto Real) para exigir o retorno seguro de Lyanna, o Rei Louco, Aerys, assassinou os dois na sala do trono. Ned e seu melhor amigo, Robert Baratheon, se rebelaram contra o Rei Louco, levando a uma sangrenta guerra de curta duração.

Robert e Ned recrutaram os Tully e os Arryn para sua causa e lutaram contra as forças Targaryen – e seus aliados. Robert matou Rhaegar na decisiva Batalha do Tridente, enquanto Jamie Lannister (o Regicida) traiu os Targaryens e matou Aerys em seu trono. Robert’s Rebellion caracterizaria muitos personagens familiares de Game of Thrones e ajudaria a materializar o fundo da história da série central.

A Dança dos Dragões

O maior conflito de Westeros ocorreu centenas de anos antes da série Game of Thrones. A Dança dos Dragões foi uma brutal guerra civil que levou à morte de milhares, e viu os últimos grandes dragões se encontrarem com a sua morte. O confronto começou com uma disputa de sucessão, o que levou tanto Rhaenyra Targaryen e seu meio-irmão Aegon II reivindicando o trono. Várias casas escolheram seus lados, levando a um conflito sangrento que durou três anos. Tanto Aegon como Rhaenyra tinham vários dragões para comandar, levando a sangrentas batalhas aéreas que muitas vezes resultaram na morte de dragões.

A dança terminou com Rhaenyra e Aegon mortos e seus filhos sobreviventes se casando para terminar a disputa de uma vez por todas. A Dança dos Dragões quase destruiu Westeros, e vale lembrar que este é o título do quinto livro d‘As Crônicas de Gelo e Fogo. Grandes partes da terra foram devastadas por fogo de dragão, várias cidades e aldeias foram varridas do mapa, e milhares de pessoas morreram. Se a HBO pensasse que os dragões eram a parte mais comercializável de Game of Thrones, A Dança dos Dragões seria sua escolha mais provável de spin-off. O único problema é que os dragões CGI não são baratos e a HBO não teria a opção de mantê-los longe por muito tempo.

A Conquista Targaryen

Muito antes de Game of Thrones, Os Sete Reinos de Westeros eram na verdade sete reinos separados. Quando Aegon, o Conquistador, e suas irmãs desembarcaram em King’s Landing, ele começou uma invasão surpreendentemente rápida que resultou na maioria dos Westeros caindo sob seu domínio. A Conquista Targaryen marca o começo da história moderna dos Sete Reinos, sendo o início de Westeros como conhecemos na série. Cada um dos sete reinos lidava com a Conquista Targaryen de uma forma diferente. O povo de Dorne resistiu através de uma prolongada batalha de guerrilha, os Starks viram a futilidade de lutar contra um exército com dragões e se renderam voluntariamente, enquanto os Lannister perderam os seus exércitos.

A Conquista Targaryen tem sua parcela de intriga e derramamento de sangue, mas pode curta demais para ser nada mais do que uma minissérie da HBO. Há também uma certa inevitabilidade, uma vez que sabemos que os Targaryens eventualmente irão unir os Sete Reinos sob seu domínio, mesmo que seja interessante mostrar como isso, de fato, aconteceu.

The Long Night

Se Game of Thrones quiser realmente escavar no passado antigo de Westeros, poderiam explorar a noite longa que marcou a primeira excursão dos caminhantes brancos no norte. The Long Night ocorreu durante a Era dos Heróis, um tempo muito distante. Enquanto ninguém sabe o que causou a The Long Night, as lendas concordam que a noite cobriu o mundo inteiro por quase 20 anos.

Durante esse período, os Caminhantes Brancos invadiram o Norte, conduzindo de volta os Primeiros Homens (os antepassados ​​dos Starks e dos Homens do Norte) e os Filhos da Floresta do Sul. Desde que The Long Night é conhecida apenas em lendas, a HBO teria muito espaço para explorar e expandir Game of Thrones sem ser obrigado a seguir o cânone do livro – mesmo que ele seja a base inicial da história. Além disso, teríamos mais Caminhantes Brancos os quais são características da série, e ainda com a possibilidade de desvendar o que eles realmente são.

Game of Thrones retorna com sua sétima e penúltima temporada no dia 16 de Julho. Confira o primeiro teaser aqui. E não deixe de comentar, logo abaixo, qual a sua ideia de spin-off para série!

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comentários

18 anos, São Paulo, estudante de jornalismo.

Você Também Pode Curtir