‘Justiça’ não se limita apenas aos personagens principais

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: Reprodução/ gshow

De uma coisa nós já sabíamos sobre a primeira semana de exibição de Justiça: os personagens principais teriam suas histórias mostradas ao público até o momento de suas prisões, mas o que não sabíamos era como seria desenvolvida a história de cada um a partir do momento que eles fossem soltos. No episódio desta segunda (29) tivemos o primeiro desenvolvimento da trama após a introdução dos personagens, focando no arco da Elisa e Vicente.

Eu estava meio receoso quanto ao que iria ser apresentado ao público após a introdução das tramas de cada personagem. Estava me preparado para uma queda no ritmo da minissérie e a apresentação de episódios considerados ‘cansativos’ ou ‘chatos’, porém Justiça conseguiu continuar desenvolvendo sua trama sem retardar muito o ritmo da história. A forma como fizeram para continuar tratando os assuntos entre Elisa e Vicente foi muito bem explorada. Quem diria que o rapaz iria ter a coragem de ir até a casa da mãe da menina que ele matou e implorar por perdão? Eu fiquei surpreso e não acreditei na cara de pau do Vicente em pedir perdão para a pobre Elisa, e convenhamos, que cena foi essa?! Uma mistura de tensão e um clima emocional muito alto, com raiva e arrependimento. Com certeza uma cena a ser lembrada.

O personagem e namorado de Elisa, Heitor, teve uma presença forte neste episódio, mas tão forte que  o achei inconveniente o episódio inteiro. O cara tentou, martelou, insistiu e consolidou a ideia de tentar fazer a Elisa perdoar o Vicente. Uma total falta de bom senso, pois ele matou a filha dela e teve a audácia de ir pedir perdão um dia após ser solto da prisão e chorar no quarto da menina que ele matou? Heitor eu sei que suas intenções eram boas, mas apenas pare. Até entendo essa persistência do personagem, pois ele é o reitor de uma faculdade (aquela que a Rose tinha passado em Jornalismo) e com certeza resolver problemas, tentar amenizar situações que podem resultar em algo trágico é uma de suas muitas “habilidades”.

Imagem: Reprodução/ Banco de Séries
Imagem: Reprodução/ Banco de Séries

Uma coisa que já ficou bem clara para todos é que mesmo o episódio sendo focado no arco de um determinado personagem os outros aparecem e tem tempo de tela também. A cena onde um grupo de estudantes está tentando linchar um cara responsável pela tentativa de suicídio de uma garota é um exemplo perfeito da participação dos personagens secundários. Nesta cena podemos observar a presença de Rose, Douglas (o policial que tanto odiamos), Heitor, ElisaDébora (amiga de Rose). Essas interligações entre as histórias de cada personagem são incríveis, e graças a Deus (e a um bom diretor), estão sendo muito bem aproveitadas. E para finalizar não poderia deixar de falar da subtrama que foi introduzida no arco da Elisa e que será aproveitada no decorrer dos episódios.

Na subtrama vemos a história de duas estudantes, Sara (Priscila Steinman) e sua amiga. A amiga de Sara, após ter um vídeo, onde faz sexo oral em um aluno da faculdade, vazado, tenta se suicidar. A cena que falei lá em cima sobre um linchamento é justamente por causa deste caso. Essa trama só mostra, ainda mais, o potencial da série em explorar os diversos conceitos de “Justiça”, pois para alguns estudantes, a justiça seria feita linchando o garoto que divulgou o vídeo para todos, porém a série não irá para por aí, pois descobrimos que o garoto que divulgou o vídeo é filho do delegado do departamento de polícia local. Com certeza haverá alguma “injustiça” quanto à punição do garoto e a partir dessa injustiça veremos a estudante de jornalismo Sara entrar em ação e tentar buscar justiça pela sua amiga.

Hoje, logo após a novela Velho Chico, será exibido o sexto capítulo de Justiça pela Rede Globo.

Nota do autor para o episódio:
Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
, ,

Comentários

Sou com certeza um viciado em séries. Gosto de todos os tipos. Minhas preferidas são Sense8, Séries da Marvel,Game of Thrones, Westworld e Outlander. Se tiver super-herói pode ter certeza que vou assistir.

Você Também Pode Curtir