Imagem: Arquivo Pessoal/Rubens Oliveira
Imagem: Arquivo Pessoal/Rubens Oliveira
Imagem: Arquivo Pessoal/Rubens Oliveira

É TETRA! Finalmente o Peng morreu, finalmente tivemos arcos se fechando, finalmente tivemos personagens tendo seus destinos selados e finalmente Nathan James está voltando para casa! Confiram a baixo a crítica do novo episódio de The Last Ship.

No episódio desta semana a trama se desenvolveu na velocidade da luz, com grandes cenas de ação e reviravoltas calorosas. Kara e Jacob foram atrás do Tex, em busca de ajuda para tentar parar Alisson e o governo golpista, porém o que eles não esperavam era que Tex havia sido capturado e uma equipe do governo local estava esperando pela dupla. Mas Tex conseguiu fugir e chegou a tempo de salvar a pele da KaraJacob. Após os reencontros que tanto queríamos, o grupo foi direto para a Casa Branca onde armaram um plano para salvar o atual Presidente que estava sendo obrigado a decretar o fim da democracia no país. O plano se realizou com sucesso, mas infelizmente Jacob foi capturado e morto.

No Nathan James o reinado de terror do Presidente da China, Peng, finalmente chegou ao fim, após Tom e sua tripulação – em conjunto com a tripulação que tentou dar um golpe no episódio passado – bolar um plano maroto e conseguir invadir um dos navios do Peng – que estavam atracadas no Japão para destruir toda a cultura dos japoneses e extinguir de vez quaisquer vestígios de que um dia havia existido um país ali – e destruir o outro que estava por perto e ameaçava o Nathan James. No final de tudo Tom recebe uma transmissão onde Alisson o culpa, assim como sua equipe, pelo atentado a Casa Branca e morte do Presidente Michenner. Tom ouvindo tamanhas barbaridades decide voltar para os Estados Unidos e tentar salvar o seu país.

Recordo-me que em algumas críticas passadas eu tinha mencionado o fato de The Last Ship estar colocando novos personagens na trama, já que tantos estavam morrendo. Parece que finalmente a série conseguiu selar o destino de alguns personagens, como a Jesse, Takehaya e sua esposa, que já não tinham tanta utilidade na série e mal apareciam nos episódios. A morte de Jacob foi algo que eu não esperava. Pensava que pelos menos fariam o cara de prisioneiro, mas é claro que para consumar um golpe você mata os seus opositores. Eu gostei do final desses personagens, pois a série realmente precisava fechar essas pontas soltas, que é bem melhor do que deixar o personagem no esquecimento.

Imagem: Arquivo Pessoal/Rubens Oliveira
Imagem: Arquivo Pessoal/Rubens Oliveira

Finalmente o Tex voltou! Eu já não aguentava mais ficar falando em todas as críticas “com certeza o Tex aparece no próximo episódio”, e aí o cara nunca aparecia, mas o timing foi perfeito e dou os parabéns para a série por isso. Não faria sentido você simplesmente trazer alguém de volta do nada, e o motivo pelo qual o Tex voltou foi mais do que válido. A linha que TLS está seguindo agora é muito favorável para a exploração das características do personagens, já que este (Tex) praticamente um guerrilheiro, e em resistências a força sua presença é necessária e essencial.

O plano de Kara para regatar o presidente foi meio confuso no começo, pois eu não enxergava que diferença isso faria, já que as pessoas que mandavam em tudo – de verdade – iam continuar governando, mas depois faz todo o sentido, já que no momento todos os olhos do país estavam voltados para o “grande pronunciamento” ao vivo do novo presidente, e esta era uma hora perfeita para expor os planos maléficos do governo de Alisson e companhia. Creio que essa intervenção da Kara venha a surtir efeitos, já que Jacob encheu todo mundo no local com perguntas que denunciavam um governo corrupto e golpista. A jogada da Alisson em culpar Tom e o presidente atual pela morte do falecido – e assassinado – Presidente Michenner foi genial, já que ela conseguiu tornar o seu principal inimigo em inimigo de todo mundo. Agora vamos ver o que nos aguarda nestes episódios finais.

The Last Ship passa todos os domingos nos Estados Unidos. E você? O que achou do episódio? Interaja conosco e vamos discutir sobre “Legacy“, que na minha sincera opinião, foi o melhor da temporada.

Nota do autor para o episódio:
 [yasr_overall_rating]
COMPARTILHAR
Sou com certeza um viciado em séries. Gosto de todos os tipos. Minhas preferidas são Sense8, Séries da Marvel,Game of Thrones, Westworld e Outlander. Se tiver super-herói pode ter certeza que vou assistir.

Comentários