Crítica | Invasão Zumbi

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Apocalipse zumbi coreano merece a sua atenção

Invasão Zumbi

Apesar de usar e abusar de vários clichês, o filme coreano se sobressai por não entrar na zona de conforto de se importar apenas com o perigo dos zumbis. A essência do longa é muito mais dramática do que apenas uma ameaça de vida ou morte e tenta retratar, com sucesso,  um subtexto interessante sobre as escolhas que as pessoas fazem em momentos arriscados.

Um dos grandes acertos deste retrato, quase único, de um apocalipse zumbi é não querer o status de blockbuster. Assim, Invasão Zumbi consegue focar em suas localidades tornando o seu problema mais imediato e sem a preocupação de dar à sua história uma escala mundial sobre o fim do mundo.

De forma sútil, ainda consegue dar uma pincelada sobre a origem do problema, demonstrando realmente uma falha humana, como resultado das ambições econômicas do ser humano e do capitalismo. É aqui que o longa faz uma crítica, novamente sútil, mas muito objetiva, sobre o modo de vida das pessoas. Ser egoísta e ter compaixão movem as atitudes dos personagens.

O elenco é bastante fraco dramaticamente, existe uma dificuldade enorme em demonstrar as emoções, mas tudo é tratado com grande frieza em boa parte da história. Alguns personagens são bastante carismáticos, e tomam para si os clichês de hollywood ao retratar um possível líder, o homem de atitudes heroicas, a mulher grávida, a criança perdida no meio do problema, o cara que vai contra todos os princípios humanos e demonstra egoísmo como sua maior defesa, são alguns exemplos.

Visualmente o filme não se compromete em ser realista como a série de TV, The Walking Dead, pelo contrário. É impossível não sentir uma relação com o surto de Guerra Mundial Z, onde os zumbis se parecem bastante com as feras de Eu Sou A Lenda. Na sua composição, Invasão Zumbi resgata vários elementos já vistos no cinema para criar sua identidade. E ainda com efeitos especiais que combinam com um caráter trash do filme.

O diretor Yeon Sang-ho acerta nas escolhas e na filmagem de Invasão Zumbi. Yeon já havia demonstrado talento no gênero com o longa animado Seoul Station, que também traz um ótimo retrato do apocalipse zumbi em forma de anime, muito similar ao do seu novo longa-metragem.

Mais uma vez o cinema asiático surpreende em um filme de qualidade, e desta vez espera-se que hollywood não faça a sua versão.

Avaliação

(Bom)

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comentários

Editor-chefe e criador do Matinê Cine&TV é estudante de Jornalismo, leitor, cinéfilo e seriador. Declarado fã de Harry Potter e O Senhor dos Anéis, Matheus, adoraria viver um apocalipse zumbi em TWD, ou lutar contra os exércitos de Westeros em GoT, mas se contenta em assistir essas e outras dezenas de séries na vida real.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *