Nossas apostas para “Melhor Série Dramática” no Globo de Ouro 2017

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Quem ganha? Quem deveria ganhar? Veja as apostas do Matinê em uma das principais categorias do Globo de Ouro 2017

Neste domingo (8), acontecem em Los Angeles a nova edição do Globo de Ouro, o prêmio da Associação de Imprensa Estrangeira em Hollywood – que contempla, não apenas os melhores do cinema, mas também os melhores da TV. Como já está se tornando de costume, os Matinê traz à vocês as nossas apostas de quem pode e deve ganhar a premiação, especificamente na categoria de Melhor Série Dramática.

Confira:

The Crown – por Rubens Oliveira

The Crown (Netflix)

The Crown possui chances verdadeiras de ganhar o Globo de Ouro como Melhor Série Dramática. A crítica especializada, em geral, amou as atuações na série e isso fica óbvio com as indicações mais do que merecidas de Claire Foy e John Lithgow nas categorias de melhor atriz e ator de drama. A ambientação da série é magnífica e o enredo cheio de detalhes, sempre elogiados, trata de aspectos sociais da época e ainda de polêmicas envolvendo a família real britânica. The Crown claramente tem a cara e a alma de uma série vencedora do Globo de Ouro e o seu caminho rumo ao prêmio já começou em Dezembro do ano passado, com John Lithgow ganhando o prêmio de melhor ator em drama no Critics’ Choice Awards. Claramente uma das, se não, a favorita ao prêmio, sendo somente ameaçada por Game of Thrones. – Leia a crítica da 1ª temporada de The Crown.

Game of Thrones – por Matheus Machado

Game of Thrones (HBO)

Game of Thrones se tornou no ano passado a série mais premiada da história ao vencer como Melhor Série Dramática no Emmy Awards. Isso quer dizer que o maior sucesso da HBO merece respeito dos concorrentes, mas não garante o favoritismo. Por outro lado, o que garante Game of Thrones como a grande favorita da noite – sem subestimar as concorrentes – é a excelência de sua sexta temporada. Antes de ter as melhores atuações, a melhor direção, o melhor roteiro e se destacar em categorias “particulares”, uma série precisa ter o melhor conjunto da obra, e isso Game of Thrones já tem. A 6ª temporada é de longe a melhor da série, conseguindo fechar todos os arcos dos personagens, trabalhados ao longo das cinco temporadas anteriores, e ainda servindo de prelúdio às duas últimas temporadas. Game of Thrones apresentou uma história impecável no seu sexto ano, e se no ano passado Mr. Robot superou a quinta e mediana temporada de GoT, este ano, talvez, Westworld consiga pará-la – ainda assim, é difícil.

Leia também: “Game of Thrones | O melhor episódio da série não foi A Batalha dos Bastardos

Stranger Things – por Matheus Machado

Stranger Things (Netflix)

A série que explodiu a internet mundial, que faz qualquer pessoa (que assistiu) enlouquecer em 2016, Stranger Things é mais do que uma queridinha do público, ou a grande surpresa de 2016. Tecnicamente a série não perde a nível de qualidade para qualquer outra das suas concorrentes, e merece a indicação. Porém, mesmo com uma ótima primeira temporada, a série da Netflix ainda tem potencial para ir além, para ser ainda maior. É visível que a aventura de Dustin, Mike, Lucas, Eleven e Will está só começando, e com um longo caminho para percorrer Stranger Things merece, por enquanto, o reconhecimento pela indicação e futuramente, quem sabe, chegue a ganhar este mesmo Globo de Ouro. Mas amanhã, ainda não será este dia.

Leia também: “Crítica | Stranger Things – 1ª Temporada

This Is Us – por Rubens Oliveira

This Is Us

Não é surpresa nenhuma This Is Us ser indicada ao Globo de Ouro como melhor série de drama. A série trata de diversos assuntos sociais em sua trama, que são muito bem explorados, contando com atuações ótimas do elenco, porém ainda não tem todo o brilho de Game of Thrones, Stranger Things ou Westworld. Mesmo que a série seja ótima, com boas atuações, boa trama e tudo mais, são inegáveis que suas concorrentes possuem maior superioridade quando vistas aos olhos dos telespectadores, incluindo os críticos. Nada impede This Is Us de ganhar o prêmio, e caso isso ocorra será uma bela (e grande) surpresa.

Leiam mais sobre This Is Us.

Westworld – por Leonardo Santos

Westworld (HBO)

Westworld foi a grande investida da HBO para substituir Game of Thrones, e acabou sendo a série de maior destaque no ano passado. Com tema e enredo filosóficos, chamou a atenção pela complexidade e inteligência da trama. Inteligência, também, exigida por seus telespectadores, já que seu roteiro não fica se explicando, o que era de se esperar pelo enredamento das histórias. Westworld foi indicada ao Globo de Ouro de melhor série de drama, e tem grandes chances de levar o prêmio, e desbancar a quase hegemonia de GoT – que no ano passado foi vencida pela queridinha Mr. Robot. Sua trama foi bem amarrada e desenvolvida, teve um clímax e desfecho grandiosos, que deixaram o público satisfeitos e de coração acelerado. Em questões técnicas como fotografia, trilha sonora e edição de som, Westworld estava impecável. O drama ainda concorre em outras duas importantes categorias: melhor atriz Evan Rachel Wood, e melhor atriz coadjuvante em série, minissérie ou telefilme com Thandie Newton. As duas foram premiados na última edição do Critic’s Choice Awards. Thandie Newton foi o grande destaque da série, que é a favorita a levar o prêmio.

Leia também: “Crítica | Westworld – 1ª temporada

Balanço – Quem vai ganhar?

Não é difícil dizer que Game of Thrones e Westoworld, ambas da HBO, são as grandes favoritas da noite. Mas é complicado escolher qual levará a estatueta do Globo de Ouro para a emissora. De um lado, apenas, Game of Thrones (que já tem muita história para contar) e do outro a estreante Westworld. A diferença entre as duas, que no conjunto da obra foram impecáveis, é: GoT traz uma história grandiosa, contada em cima de uma estrutura narrativa extremamente comum, sendo assim mais acessível para o público; Westworld é inteligente, tem uma narrativa complexa, um pouco repetitiva em seu looping, e mesmo atingindo em cheio o grande público, a história é mais complicada e difícil de ser diluída. Por tanto, Westworld pode ganhar, mas a noite de 8 de janeiro de 2017 deve ser de Game of Thrones.

Stranger Things, The Crown e This Is Us merecem suas indicações, mas as duas postulantes ao prêmio são superiores, e estas três tem grande potencial no futuro.

 

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comentários

Editor-chefe e criador da Matinê Cine&TV. Fã de Harry Potter, O Senhor dos Anéis, Planeta dos Macacos, Star Trek, Star Wars, Marvel, DC Comics. Na TV The Walking Dead, Shameless, Jessica Jones, The Handmaid's Tale, entre outras, são algumas das suas favoritas.

Você também pode gostar