Crítica | Arrow – 5×10 – Who Are You?

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
O Team Arrow voltou em um episódio bem morno essa semana
Arrow
Imagem: Banco de Séries

Depois de ver  Laurel Lance (Katie Cassidy) no episódio passado, era óbvio que havia algo errado e por incrível que pareça, Oliver (Stephen Amell) não foi o primeiro a perceber. Com isso, ficou evidente que o décimo episódio de Arrow foi o mais fraco da atual temporada.

Uma das coisas que incomodaram neste retorno, foi como o Arqueiro Verde se mostrou imaturo. Suas atitudes foram completamente desconexas com a realidade em que ele mesmo vive e tudo o que Felicity (Emily Bett Rickards) falou para a Black Siren, enquanto ela estava presa, foi a mais pura verdade. Mas o problema é que ninguém mais aguenta Oliver se culpando pelas coisas que acontecem. Assim como os flashbacks que se fazem cada vez mais desnecessários, e nesse episódio estavam bem difíceis de acompanhar.

Por ser o primeiro episódio do ano poucas coisas aconteceram, ou quase nada para falar a verdade. O clímax de Who Are You?, onde o time vai até o encontro da Black Siren esperando prender Prometheus, foi frustrante – assim como a maioria dos acontecimentos do episódio.

A série cria dramas para os personagens, sem fazer com que o público se importe tanto com eles a ponto de ficarem preocupados – vide os acontecimentos com Curtis (Echo Kellum) e Diggle (David Ramsey). Ainda mais depois que fizeram um deles o responsável, indiretamente, pela morte da Laurel na temporada passada. O personagem, que já foi um dos melhores da série, está cada vez pior e todos os plots que o envolvem não ajudam em nada.

Por outro lado, o ponto mais positivo do episódio foi Felicity, ela foi a pessoa mais centrada do episódio, e desde o início estava desconfiando da tal volta de Laurel. Apesar de ter aquele soco que derrubou a Blck Siren sendo bastante forçado, não há como negar que foi ela quem salvou o episódio de ser um desastre total.

Trazer Katie Cassidy novamente para tentar construir uma nova Laurel, não foi um acerto do roteiro, aliás, passou longe disso. Os roteiristas não precisavam fazer isso, eles a mataram gratuitamente na temporada passada, então que continuassem reparando os erros como estavam, seguindo em frente, ao invés de tentar trazer essa história de volta de uma forma muito decepcionante – como foi neste episódio.

Who Are You? deve ter sido uma exceção dentro da quinta temporada, que até o hiatus estava sendo como as duas anteriores não conseguiram ser: boa.

Avaliação

(Regular)

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comentários

Futuro pedagogo e jornalista. Apaixonado desde sempre por televisão, música e cinema. Criador do blog 'Jurandir Dalcin Comenta' que completa cinco anos neste ano.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *