[Primeiras Impressões] Scream Queens

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

Um novo formato de narração para a televisão, Ryan Murphy colocou tudo o que sabe e gosta na sua nova série, Scream Queens.

Scream Queens chega às telas da FOX com um jeito novo de contar uma história, uma mistura de roteiros e estilos muito bem adaptados, mas que juntos precisam ser melhor trabalhados. SQ traz para nós uma história muito intrigante, de mistério e humor para prender a atenção de todos. Com certeza muitos viram algo inesperado nos dois episódios exibidos. Não era tão esperado uma história culta e rica, com um alto nível de compreensão. O que era para ser um drama de mistério, comédia e terror se transformou em narrativa que com essências de trabalhos anteriores e inspirações de Murphy.

O suspense apresentado pela série ganhou elementos de dramatização muito fortes, que exigiram boas atuações dos seus atores. A forma que isso foi aplicado me lembrou muito os filmes preto e branco do passado, principalmente o zoom da câmera no final das cenas. Isso fez com que os personagens ganhassem mais destaque. Essa inspiração nos antigos dramas deram uma identidade forte a complexidade da trama, tanto os plots principais como os secundários para complemento. Por outro lado, o tão falado humor negro também criou uma identidade própria no momento em que se tornou uma sátira. Essa brincadeira se tornou necessária porque a identidade completa de Scream Queens não é apenas um elemento de dramatização, mas sim a junção de várias características marcantes que se moldam conforme o roteiro para criar um padrão.

Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

Bom, essa sátira foi feita em harmonia, satirizando os próprios personagens no mento em que brincam com a morte, ou que morrem mais de uma vez. No caso me refiro a cena em que a Chanel 2 (Ariana Grande) é assassinada pelo diabo. As mensagens no celular, a dramatização das expressões da atriz e a brincadeira feita com a suas três mortes foram geniais. Outro detalhe que confirma isso foi a cena do jardim, onde as candidatas estavam enterradas e apenas a fã da Taylor Swift foi morta.

A televisão estava carente de uma série de conteúdo rico e trash. Sim, Scream Queens é uma série Trash, ela brinca consigo mesma, ela se ironiza e se torna bizarra. O roteiro é poderoso ao ponto de decidir o que a série vai ser a cada cena. Essa nova analogia da FOX tem muito o que mostrar e espero que seja renovada porque uma série tão rica em conteúdo, que traz tanta história e cultura em seu roteiro merece uma chance.

Vocês podem acompanhar as reviews dos próximos episódios de Scream Queens aqui no Matinê Cine&TV. O que acharam dessa estreia?

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
,

Comentários

Editor-chefe e criador da Matinê Cine&TV. Fã de Harry Potter, O Senhor dos Anéis, Planeta dos Macacos, Star Trek, Star Wars, Marvel, DC Comics. Na TV The Walking Dead, Shameless, Jessica Jones, The Handmaid’s Tale, entre outras, são algumas das suas favoritas.

Você Também Pode Curtir