Wonderstruck | Filme do mesmo diretor de Carol com Julianne Moore e Michelle Williams é destaque em Cannes

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: IMDb / Crédito: © 2017 Amazon Studios

A vitória de Moonlight – Sob à Luz do Luar como Melhor Filme do Oscar 2017 não serviu apenas como um prêmio merecido ao filme de Barry Jenkins, mas também veio a calhar para diversas produções que fogem das abordagens rotineiras do cinema (seja ele hollywoodiano ou não). O melhor, ainda, é ver que estes filmes diferentes começam, finalmente, a ganhar ainda mais valor no mercado cinematográfico (que hoje se move a base de reboots e remakes), e este é o caso do novo trabalho de Todd Haynes (diretor de Carol, que recebeu seis indicações ao Oscar, sem ganhar em nenhuma das categorias).

Ontem (17), o Festival de Cannes abriu os trabalhos de sua nova edição, e o primeiro dia foi marcado, principalmente, pelo polêmico discurso (ou ataque) do presidente do Juri deste ano, o adorado diretor Pedro Almodóvar. Na ocasião, o diretor questionava as obras da Netflix que não seriam exibidas no cinema e participam do festival, porém, este é assunto para outro momento. O segundo dia do Festival de Cannes trouxe a primeira exibição de Wonderstruck, filme que traz Julianne Moore e Michelle Williams (Manchester à Beira Mar) como os principais nomes do elenco, entretanto, vivendo papéis de coadjuvantes.

Estrelado por Oakes Fegley (menino de 12 anos que já atuou em Meu Amigo, O Dragão no ano passado ) e Millicent Simmonds (a menina surda de 14 anos que faz a sua estreia no cinema), Wonderstruck traz uma história apresentada em dois núcleos diferentes, um situado em 1927 e o outro cinquenta anos depois, em 1977. O primeiro (no caso, o mais antigo) mostra a história de Rose (Simmonds), que mora em Hoboken, Nova Jersey, e vai para Nova York tentar conhecer uma atriz famosa. No outro núcleo, que se passa cinquenta anos depois, a história é centrada em um garoto surdo que foge da sua casa no Minnesota, e acaba indo para Nova York em busca de conhecer o próprio passado.

O The Hollywood Reporter afirma que “Haynes assume riscos com filme“, pois a história de Roseé apresentada como um filme virtual, silencioso” e têm “longos trechos que não contêm nenhum diálogo falado.“. Os riscos que o diretor aparenta correr somados ao resultado “educadamente aclamado” da exibição do filme, soam melhores como ousadia e coragem de fazer um filme tão diferente do normal – afinal, não é todo dia que vemos um filme em que os protagonistas são surdos e mudos, quando muito, com longo espaço de tempo com a ausência de diálogos.

Imagem: IMDb / Crédito: © 2017 Amazon Studios

Wonderstruck ainda traz Briam Selznick, o autor da obra original ao qual o filme se baseia, como escritor do roteiro. O THR ressalta a qualidade de Selznick como escritor, pois é dele o livro adaptado em A Invenção de Hugo Cabret – filme vencedor em cinco categorias técnicas do Oscar, dirigido por Martin Scorsese a partir do roteiro de John Logan.

“O roteiro é extraordinário. O amor de Brian pelo cinema, a compreensão e a paixão dele pelo filme, permearam o conceito do roteiro dele e por isso foi uma ideia intensamente cinematográfica.”, afirmou Todd Haynes ao Hollywood Reporter. “Para um cineasta isso era irresistível, e também era algo que eu nunca tinha feito antes – focalizar a imaginação das crianças, e ainda construir um verdadeiro mistério”, completou o diretor.

O THR afirma também, no artigo escrito pelo jornalista Gregg Kilday, que o filme, inicialmente, não parece ter a cara da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, porém, ele também ressalta que Moonlight não apresentava as tais características que são a cara do Oscar – ao contrário de La La Land – Cantando Estações, que era totalmente dedicado a principal premiação do cinema.

Wonderstruck já tem estreia marcada para 15 de novembro de 2017 na França, e antes, em 20 de outubro, ele entra em circuito limitado nos Estados Unidos – mas se há pretensões ao Oscar, isso pode mudar.

Assista ao trailer do filme logo abaixo.

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
, , , , , ,

Comentários

Editor-chefe e criador da Matinê Cine&TV. Fã de Harry Potter, O Senhor dos Anéis, Planeta dos Macacos, Star Trek, Star Wars, Marvel, DC Comics. Na TV The Walking Dead, Shameless, Jessica Jones, The Handmaid’s Tale, entre outras, são algumas das suas favoritas.

Você Também Pode Curtir