Arte oficial do Oscar 2021 | Crédito: Divulgação

Na manhã desta segunda-feira, 15, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (The Academy) anunciou em uma live no seu canal no YouTube os indicados a 93ª edição de Oscar. O evento foi comandado pelo casal Priyanka Chopra e Nick Jonas. A cerimônia de premiação, onde os vencedores serão revelados, acontecerá no dia 25 de abril.

Segundo o presidente da The Academy David Rubin, a premiação será realizada em dois locais: a Union Station e o tradicional Dolby Theater, ambos em Los Angeles. A ideia é fazer a premiação presencialmente, a Union Station daria ao Oscar a chance de manter distanciamento entre os participantes, já que é um espaço maior que o teatro onde a cerimônia costuma acontecer.

Nesta edição, o Oscar terá uma categoria a menos. A mudança feita pela The Academy uniu Edição de Som e Mixagem de Som. Além disso, a sessão de Melhor Filme Estrangeiro agora vai se chamar Melhor Filme Internacional.

Em relação as surpresas da lista final de indicados, elas realmente aconteceram. A categoria de Melhor Filme trouxe uma lista com oito filmes, deixando de lado longas como Relatos do Mundo, A Voz Suprema do Blues e Destacamento Blood. Mas a melhor surpresa desta manhã talvez fique por conta de Laketh Stanfield. O ator estava sendo deixado de lado por algumas premiações e teve a atuação em Judas e o Messias Negro reconhecida pela The Academy.

Ainda vale lembrar que, por conta da pandemia, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas mudou temporariamente a regra dos filmes que podem participar da premiação. Normalmente, estão elegíveis ao Oscar os longas-metragens lançados entre 1º de janeiro e 31 de dezembro do ano anterior ao prêmio. Para a edição de 2021, filmes lançados até 28 de fevereiro também estão aptos a concorrer. Com a pandemia e as salas de cinema fechadas, os longas exibidos em drive-in ou lançados diretamente em streaming (e que tinham planos de irem para as salas de exibição) podem concorrer.

Veja os indicados do Oscar 2021

Mank, dirigido por David Fincher, é o filme com mais indicações na 93ª edição do Oscar, com 10 no total | Crédito: Netflix

Melhor Filme

  • Meu Pai
  • Judas e o Messias Negro
  • Mank
  • Minari
  • Nomadland
  • Bela Vingança
  • Sound of Metal
  • Os 7 de Chicago

Melhor Direção

  • Thomas Vinterberg (Another Round)
  • David Fincher (Mank)
  • Lee Isaac Chung (Minari)
  • Chloé Zao (Nomadland)
  • Emerald Fennel (Bela Vingança)

Melhor Ator

  • Riz Ahmed (Sound of Metal)
  • Chadwick Boseman (A Voz Suprema do Blues)
  • Anthony Hopkins (Meu Pai)
  • Gary Oldman (Mank)
  • Steven Yeun (Minari)

Melhor Atriz

  • Viola Davis (A Voz Suprema do Blues)
  • Andra Day (The United States vs. Billie Holiday)
  • Vanessa Kirby (Pieces of Woman)
  • Frances McDormand (Nomadland)
  • Carey Mulligan (Bela Vingança)

Melhor Ator Coadjuvante

  • Sacha Baron Coen (Os 7 de Chicago)
  • Daniel Kaluuya (Judas e o Messias Negro)
  • Leslie Odom Jr. (Uma Noite em Miami…)
  • Paul Raci (Sound of Metal)
  • Lakeith Stanfield (Judas e o Messias Negro)

Melhor Atriz Coadjuvante

  • Maria Bakalova (Borat: Fita de Cinema Seguinte)
  • Glenn Close (Era Uma Vez Um Sonho)
  • Olivia Colman (Meu Pai)
  • Amanda Seyfried (Mank)
  • Yuh-Jung Youn (Minari)

Melhor Roteiro Original

  • Judas e o Messias Negro
  • Minari
  • Bela Vingança
  • O Som do Silêncio
  • Os 7 de Chicago

Melhor Roteiro Adaptado

  • Borat: Fita de Cinema Seguinte
  • Meu Pai
  • Nomadland
  • Uma Noite em Miami…
  • The White Tiger

Melhor Filme Internacional

  • Another Round
  • Better Days
  • Collective
  • The Man Who Sold His Skin
  • Quo Vadis, Aida?

Melhor Animação

  • Onward
  • Over the Moon
  • A Shaun the Sheep Movie: Farmageddon
  • Soul
  • Wolfwalkers

Melhor Documentário

  • Collective
  • Crip Camp
  • The Mole Agent
  • My Octopus Teacher
  • Time

Melhor Design de Produção

  • Meu Pai
  • A Voz Suprema do Blues
  • Mank
  • Relatos do Mundo
  • Tenet

Melhor Figurino

  • Emma
  • A Voz Suprema do Blues
  • Mank
  • Mulan
  • Pinóquio

Melhor Cabelo e Maquiagem

  • Emma
  • Era Uma Vez Um Sonho
  • A Voz Suprema do Blues
  • Mank
  • Pinocchio

Melhor Fotografia

  • Judas e o Messias Negro
  • Mank
  • Relatos do Mundo
  • Nomadland
  • Os 7 de Chicago

Melhor Edição

  • Meu Pai
  • Nomadland
  • Bela Vingança
  • Sound of Metal
  • Os 7 de Chicago

Melhor Efeitos Visuais

  • Love and Monsters
  • The Midnight Sky
  • Muland
  • The One and Only Ivan
  • Tenet

Melhor Canção Original

  • “Fight for You” (Judas e o Messias Negro)
  • “Hear My Voice” (Os 7 de Chicago)
  • “Husavik” (Eurovision Song Contest: The Story of Fire Saga)
  • “Io Sì (Seen)” (The Life Ahead)
  • “Speak Now” (Uma Noite em Miami…)

Melhor Trilha Sonora Original

  • Destacamento Blood
  • Mank
  • Minari
  • Relatos do Mundo
  • Soul

Melhor Som

  • Greyhound
  • Mank
  • Relatos do Mundo
  • Soul
  • Sound of Metal

Melhor Curta-Metragem

  • Feeling Through
  • The Letter Room
  • The Present
  • Two Distant Strangers
  • White Eye

Melhor Animação em Curta-Metragem

  • Burrow
  • Genius Loci
  • If Anything Happens I Love You
  • Opera
  • Yes-Poeple

Melhor Documentário em Curta-Metragem

  • Colette
  • A Concerto Is A Conversation
  • Do Not Split
  • Hunger Ward
  • A Love Song for Latasha
COMPARTILHAR
Criador da Matinê, está no 6º semestre do curso de jornalismo no Centro Universitário Ritter dos Reis - UniRitter. Aqui escrevo sobre filmes e séries a partir da minha perspectiva de mundo, sem medo de mostrar a todos o meu entendimento pessoal daquilo que assisto. O debate de pontos de vistas diferentes é livre, e sempre bem-vindo.