[Review] Penny Dreadful – 3×02 – Predators Far and Near

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

“Você será carne da minha carne, sangue do meu sangue.”

Na postagem anterior eu comentei que senti a falta de Dorian Gray, aliás, Dorian é um dos personagens mais complexos, dúbios e apaixonantes da literatura, mas não é bem aproveitado nas adaptações que fizeram dele. E não é que o episódio começa com Dorian e Lily, a sua noiva cadáver, botando o terror em uma cena eletrizante, violenta e cruel?!

Dorian e Lily chegam a uma casa onde é oferecido um show de mutilação; e como Lily já havia anunciado na temporada passada não pouparia quem abusasse e fizesse o mal. Eles matam os praticantes e os espectadores em uma cena de sintonia e sensualidade. Depois resgatam uma jovem que Lily diz ser sua de posse. A garota resgatada acorda na casa de Dorian e é comunicada que a partir desse momento aquela será a sua casa. A menina diz que eles mataram a todos, ao que Dorian Lily respondem que sim, que teriam até matado mais e ainda matarão. Lily fala que ela não será mais presa e sim o predador, não importando o custo, e assim elas terão uma vingança monumental.

Sir Malcom está indo ao encontro de Ethan Chandler com Kaetnay. O índio menciona a relação que tem com Ethan, a qual é muito parecida com a de Malcom e Vanessa, que começou com acusações e culpas transformando-se em uma relação de pai e filha.  Ethan deixa seu lobo sair e com a ajuda de Hecate deixam vários corpos mutilados no bar e escapam.  Kaetenay conecta-se com Ethan através de seu sonho mesmo a milhares de milhas náuticas. Há muitas peças que faltam para completar esse quebra-cabeça, mas pelo ódio que Ethan demonstra sentir por Kaetenay fica a pergunta: será que foi o índio que colocou a maldição do lobo nele? Porque Kaetenay havia mencionado a Sir Malcolm que Ethan o procurou (coberto de sangue) depois que ele matou toda a sua família. Mas isso foi feito como um lobo ou apenas como um soldado que estava matando os índios?

Vanessa segue para a sua segunda sessão com a Dra. Seward  e a médica diz que irá gravar tudo o que ela disser, então pede que Vanessa conte os seus pecados, no que Vanessa diz que se ela ouvir as histórias e acreditar jamais dormirá tranquilamente de novo. A Dra. Seward reconhece em Vanessa uma escuridão e um espírito frágil, diz que elas descobrirão como lidar com isso, mas no momento que ela faça algo que possa fazê-la feliz por um momento, não importando o que seja e que conte na próxima sessão. É bom perceber que Vanessa ganha outra aliada em sua interminável luta contra as forças do mal.

Frankenstein continua em sua busca para tentar reconquistar o amor de Lily e concorda em conhecer o soro do seu amigo, o Dr. Henry Jekyll. O Dr. mostra que todos temos uma dualidade dentro de nós, “claras e escuras”. e que ele consegue separá-las; isso dá uma esperança a Frankenstein de que pode sim trazer o lado bom de Lily de volta. Mas será que o lado bom de Lily poderá amá-lo? Sinceramente eu não acredito. Frankenstein em uma cena tocante fica admirando Lily com sua paixão obsessiva, ele diz para ela que sente-se responsável por sua criação e quer salvá-la. Lily pede a ele que pegue o seu romance e as suas memórias, que são as mais belas formas de ficção, e vá porque ele não vai gostar no que ela está se transformando.

Vanessa continua sendo seguida pelas criaturas de Drácula. Seguindo o conselho de sua terapeuta ela vai atrás do seu momento de felicidade ao lado do Dr. Alexander Sweet, que ao final do episódio revela-se como Drácula. Com a ajuda de Renfield que como funcionário da terapeuta de Vanessa consegue acessar as gravações de seu tratamento e informar ao seu mestre os pontos mais profundos e duvidosos da vida da Srta. Ives.

Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

O mais interessante foi ver que o Dr. Alexander Sweet é o Drácula, talvez muitos ficaram surpresos porque a imagem passada de Drácula sempre foi de um ser naturalmente conquistador, sensual e erótico; assim seria de esperar que ele seria alguém capaz de encantar, cortejar e seduzir Vanessa como Dorian fez na primeira temporada. Mas, Drácula é antes de tudo extremamente inteligente e hábil. E conhecendo Vanessa nada a surpreenderia mais do que a imagem de um homem inteligente, simpático, tímido e que mal recorda do seu nome a instigando a tomar a frente da situação.

Predators Far and Near trouxe personagens sumidos e surpresas. Continuo a achar que Penny Dreadful é uma das melhores séries de terror com personagens complexos e atuações maravilhosas. Sou um pouco crítica a respeito de Drácula, talvez por ser um dos personagens que mais admiro da literatura, então vou esperar um pouco mais para dar o meu veredito a seu respeito.

PD¹: Já estava implícito nos detalhes e eu suspeitava que Alexander poderia ser Drácula, como quando ele diz à Vanessa  ter como os seus animais preferidos aqueles que são os menos queridos, por vezes esquecidos e renegados pelos visitantes. E também na idolatria de Alexander pelo Capitão Nemo de Vinte Mil Léguas Submarinas, já que o personagem se mantém afastado do convívio com as pessoas vivendo em um universo particular.

PD²: Muito bem-vinda essa nova fase de Dorian e Lily mais dinâmicos , sensuais e assassinos, deu um frescor à série.

 

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comentários

Educadora, apaixonada por livros, séries e filmes. Gostaria muito de encontrar um portal e assim poder viajar no tempo por diversos lugares e épocas. Como ainda não achei viajo através das histórias dos vários personagens que encontro nesse universo maravilhoso e mágico de versos, rimas e letras.

Você também pode gostar

Comments are closed.