[Review] Game of Thrones – 6×07 – The Broken Man

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone
Imagem: Divulgação/ HBO
Imagem: Divulgação/ HBO

“ Nunca é tarde demais para voltar.”

The Broken Man foi um episódio marcado pelas motivações de homens e mulheres destruídos, que estão em busca de reencontrar o seu caminho. E como percebemos, em Game of Thrones, há muitos homens quebrados.

Em Porto Real, fica claro que Margaery Tyrell não está convertida e têm os seus próprios objetivos. O Alto Pardal a alerta que sua avó está incomodando e que medidas terão que ser tomadas contra ela. A Rainha consegue fazer com que a sua avó parta de Porto Real, mas que saiba que ela continua sendo uma Tyrrell. Olenka Tyrrel se prepara para partir, mas antes joga na cara de Cersei que ela é a culpada por ter dado o poder a Fé Militante e deixar um louco no poder. Margaery também é uma mulher quebrada e que tem como objetivo conseguir a sua libertação e de seu irmão. Ela é muito esperta e demonstra ser uma boa oponente frente ao Alto Pardal.

Outro homem quebrado em Game of Thrones é o querido bastardo Jon Snow, o meio-irmão de Sansa Stark que está em busca de apoio para formar um exército e enfrentar Ramsay Bolton na batalha que se aproxima. Quando Jon conversa com os homens livres consegue o apoio deles, afinal eles já o viram lutar, morrer e reviver por defendê-los. Mas quando ele tem que negociar com os nobres das casas nortenhas se sente deslocado e perdido. É compreensível que os nobres que juraram suas vidas e lealdade a casa Stark não reconheçam em Jon um Stark porque para eles Jon sempre foi um bastardo. Como também não reconheçam em Sansa uma Stark, por ela ter se casado com um Lannister e depois com um Bolton.

Jon ainda está abalado com tudo o que aconteceu com ele e não está confiante em ser aceito por ser um bastardo. Fora que também não foi preparado para esses jogos políticos. Ele quer enfrentar Ramsay mesmo com um exército reduzido porque acredita que o bastardo Bolton está aumentando o seu exército a cada dia e protelar esse confronto tornaria impossível enfrentá-lo depois. Jon Snow foi quebrado e hoje não tem mais medo de morrer, necessita encontrar o seu caminho e provar que no campo de batalha ele não é um bastardo, mas o tão esperado líder do norte.

Sansa também foi quebrada, está crescendo como pessoa e mostrando a sua força. Já percebeu que não será tão fácil conseguir o apoio das casas nortenhas. Então escreve pedindo ajuda ao que parece ser ao Mindinho, que está com um exército pronto e disposto a ajudá-la.

Falando em homens quebrados ainda há Jaime Lannister, que ama e foi fiel a sua irmã, teve a sua mão cortada, viu os seus dois filhos morrerem, foi exilado do seu cargo por um filho fraco e manipulável. Parece que o único grande feito de sua vida tenha sido ser o Regicida. Jaime está auxiliando os Frey a retomar Correrio do Peixe Negro, humilha os Frey, ordena que o refém Edmure Tully seja limpo e alimentado, toma a liderança para si e vai conversar com Peixe Negro, tentando negociar a sua rendição. Mas ao conversar com ele, Jaime percebe que não será tão simples assim, pois Peixe Negro faz questão de lembrá-lo que ele quebrou a promessa que fez à Lady Catelyn Stark em proteger Sansa e Arya Stark, ou seja, Jaime Lannister nada mais é do que um homem sem palavra. E para Jaime conquistar Correrio e retornar para Cersei, talvez seja essa a forma de retomar a sua jornada.

Já em Braavos, Arya Stark tenta retornar para sua casa, mas se mostra imprudente porque era de se esperar que depois dela ter abandonado o treinamento que fosse perseguida. Fica evidente que ela não morreu com aquelas apunhaladas, mas está cansando como estão enrolando essa parte da trama, não sei como vai terminar, tudo me pareceu estranho e irreal. Acho que somente no final da temporada é que saberemos como será o destino de Arya Stark, o que é uma pena porque ela é uma grande personagem e esperava que a sua trama rendesse mais.

Theon Greyjoy ainda sente dificuldade em encontrar o equilíbrio necessário para ser útil a sua irmã. Yara precisa de Theon de volta, para que juntos possam navegar até Mereen e conseguirem um acordo com Daenerys. Theon realmente é um exemplo de homem que foi quebrado e que busca desesperadamente encontrar o seu caminho.

Imagem: Game of Thrones Brasil
Imagem: Game of Thrones Brasil

Finalmente o homem quebrado do título desse episódio aparece: Sandor Clegane, o Cão de Caça, que já foi odiado por muitos e depois foi querido por proteger Arya em sua jornada. O Cão de Caça está vivo, depois que foi deixado por Arya para morrer; e ele aparece recuperado da sua batalha épica contra Brienne. Ele está vivendo com uma comunidade onde o líder é contra a violência, mas infelizmente essa aparente tranquilidade acaba quando um massacre atinge a comunidade que o acolheu e faz com que o Cão de Caça empunhe o seu machado novamente. Com isso ele retorna a sua jornada, que deverá ser marcada de sangue e vingança.

Foi um bom episódio que nos prepara para o que está por vir, com vários homens e mulheres quebrados, que foram destruídos, que estão em busca do seu equilíbrio e do retorno para as suas jornadas.

GOT¹: Quem tem um gigante como amigo e Tormund como cabo eleitoral está com Deus!

GOT²: Esse episódio nos trouxe duas ótimas lições: aprendam a negociar com Sir Davos e a governar com Lyanna Mormont. Que garota sensacional!

GOT³: Nunca foi fácil torcer pelos Starks, mas Jon e Arya estão se tornando especialistas na arte de serem apunhalados e assim aumentando o nosso sofrimento.

GOT4: Cersei Lannister parece acreditar que a solução para os seus problemas seja o Montanha Zumbi, mas a cada dia ela está mais sozinha e humilhada. Ah, lembrando que o irmão de seu protetor está de volta e com sangue nos olhos, será que finalmente Cersei encontrará o desfecho de sua jornada?

Nota do autor para o episódio:
Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comentários

Educadora, apaixonada por livros, séries e filmes. Gostaria muito de encontrar um portal e assim poder viajar no tempo por diversos lugares e épocas. Como ainda não achei viajo através das histórias dos vários personagens que encontro nesse universo maravilhoso e mágico de versos, rimas e letras.

Você também pode gostar